Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

quarta-feira, 10 de junho de 2015

SORTES DIFERENTES PARA A COMPETISPORT NOS AÇORES

Apesar de um desfecho com sortes diferentes, a equipa Competisport esteve em bom plano na edição das bodas de ouro do Sata Rallye Açores que teve palco uma vez mais na ilha de S. Miguel.

Num rali exigente mas com umas envolvências fantásticas, tanto Luís Mota como André Mota adaptaram-se bem ao traçado açoriano, contanto com dois EVO’s bem preparados pela Domingos Sport Competição que permitiu ao dois pilotos se evidenciar com resultados de relevo.
Luís Mota estreou na prova a cargo do Grupo Desportivo Comercial um novo Mitsubishi EVO IX fazendo o primeiro contacto com o carro já no decorrer do rali. O piloto do Cartaxo que acabou por ser navegado por Fábio Ribeiro, fez uma rápida adpatção ao EVO, evoluindo especial a especial e rodando dentro do top ten do Nacional de Ralis e nos três primeiros do grupo RC2N. Num rali que colocou à prova as mecânicas dos carros, o EVO IX esteve em pleno demonstrando um grande nível de fiabilidade. Cumpridas as 17 especiais de classificação, Luís Mota e Fábio Ribeiro ascenderam à 8a posição do Campeonato Nacional de Ralis, sendo os 3o no campeonato destinado aos RC2N.
Em bom plano esteve também o jovem piloto André Mota que alinhou na prova inserido no Campeonato de Ralis dos Açores com um competitivo Mitsubishi EVO VI. O piloto navegado por Eurico Adão fez uma prova em evolução, registando excelentes cronos que lhe permitiu rodar dentro dos 5 primeiros da geral, dominando entre os VSH. 
Como salienta o piloto do Cartaxo “estávamos a cumprir os objetivos delineados para a prova! Fomos adquirindo ritmo de prova e melhoramos bastante os cronos nas segundas passagens, apesar do piso estar mais degradado. No segundo dia de prova estávamos já a rodar em 4o do Regional dos Açores e 1o dos VSH, sendo que á nossa frente só tínhamos o Ruben Rodrigues, o Luís Rego e o Ricardo Moura! Infelizmente na segunda passagem pela especial das Sete Cidades, numa zona muito rápida eu não entendi corretamente uma nota e saímos de estrada com violência, pondo fim à nossa prova e deixando o nosso EVO algo mal tratado. Deixo um especial agradecimento aos profissionais de socorro, que além de terem sido bastante rápidos e profissionais, foram sempre muito prestáveis! Um muito obrigado também à nossa equipa técnica da Domingos Sport pois preparam um Evo VI muito equilibrado e bem afinado, que estava a adorar conduzir, mas que devido infelizmente a um erro nosso não foi possível traduzir isso num resultado final”.
A Competisport está de regresso à estrada já este próximo fim de semana com a participação no Rali de Monchique.

Sem comentários:

Enviar um comentário