Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

sexta-feira, 17 de abril de 2015

MARCO CID GARANTIU A VITÓRIA APÓS EXIBIÇÃO DE LUXO

Marco Cid e Nuno Rodrigues da Silva confirmaram no Rali de Guimarães que são fortes candidatos ao título no Campeonato Nacional de 2 Litros / 2 Rodas Motrizes. Piloto do Renault Clio S1600 venceu a prova do CNR2 e comprovou forte evolução.
A segunda prova do Campeonato Nacional de Ralis foi na cidade-berço de Portugal, Guimarães.
Um palco privilegiado para Marco Cid e Nuno Rodrigues da Silva atacarem a vitória no CNR2, algo que conseguiram depois de uma excelente prova onde souberam aliar a rapidez à perfeita gestão da sua corrida. Foi a primeira vitória do ano para o jovem piloto de Leiria, que já tinha obtido um excelente segundo lugar nos troços de terra do Rali Serras de Fafe.  “Para começar estava muito ansioso pela prova visto que o ano passado na última prova em Castelo Branco e no Algarve, na Taça, já tinha demonstrado um maior à vontade no asfalto”, referiu Marco Cid. “Mas devido à falta de concorrência queria provar a mim mesmo a minha evolução. 

Em Guimarães, a super especial correu bem até porque pessoalmente não gosto destes traçados pois o meu carro e os carros de ralis em geral são para andar a fundo e não para fazer "pontos de embraiagem". Sei que é para o público mas quem verdadeiramente gosta deste desporto vai para os troços, faça chuva ou sol. No dia de sábado queria entrar a recuperar tempo e a impor o meu ritmo, coisa que consegui ganhando alguns troços. Sei que houve azares de outros pilotos mas isso acontece a todos eu próprio já os tive. Na parte da tarde estive a controlar o andamento troço a troço e ataquei quando era necessário para não deixar a concorrência aproximar-se em demasia, até porque tinha em atenção o aquecimento dos pneus”.
Marco Cid também apontou o momento-chave na sua vitória: “Acho que o segredo foi a gestão dos pneus e o controlo do andamento dos nossos adversários. Nos troços rápidos eu sabia que estava em desvantagem devido à velocidade de ponta mas nos técnicos eu tinha vantagem. Acho que o resultado final é muito positivo”.
Depois de mais uma demonstração de forte evolução, Marco Cid mantém a humildade e concentração: “Claro que já estou mais à vontade neste tipo de piso mas há sempre pormenores a melhorar. Ainda não estou a 100% mas já faltou mais. Deixo aqui um agradecimento especial ao Nuno Rodrigues da Silva, ao meu pai e aos patrocinadores - Mopic Angola e Exaclean Angola, e também à P&B Racing pois o carro estava impecável”, concluiu.
A terceira prova do CNR será o Rali de Castelo Branco, também em asfalto, nos dias 24 e 25 de Abril.

Sem comentários:

Enviar um comentário