Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

quarta-feira, 29 de abril de 2015

EMBRAIAGEM TRAIU TEAM MANAIACAR

Os ventos continuam a soprar contrários às pretensões do ‘Team Manaiacar’ na luta pela renovação do ceptro conquistado em 2014, tal como facilmente se comprova pelo abandono forçado na segunda jornada do Campeonato Nacional Clássicos de Ralis 2015, o Rali de Castelo Branco.
O início da prova ficou marcado pelo excelente terceiro lugar à geral no CNCR alcançado por Joaquim Bernardes e Laurinda Alves, os quais colocaram o VW Golf GTi imediatamente atrás dos bem mais potentes Porsche e R5 Turbo, mas liderando entre os concorrentes do Grupo 2.
Mas viria a ser  ́Sol de pouca dura’, uma vez que logo na especial de abertura de sábado a equipa se via obrigada a abandonar em virtude da quebra da embraiagem na emblemática viatura Germânica.
”Vínhamos para Castelo Branco tentar recuperar do desaire verificado em Guimarães e dar o nosso melhor para somar o maior número de pontos possível, mas tudo acabou cedo demais, “ começou por declarar Joaquim Bernardes.
“Depois dos problemas verificados em Guimarães o carro levou uma embraiagem nova, pelo que, jamais esperava ser atingido por qualquer problema nesse órgão da viatura, mas agora a solução é voltar a colocar tudo em ordem e olhar em frente com confiança.
“As contas do campeonato ficam agora mais complicadas, mas vamos continuar a dar o nosso melhor para nos mantermos na luta pelo objetivo delineado para esta temporada, o da renovação do título nos Clássicos de Ralis. Não se avizinha tarefa fácil, mas não vamos baixar os braços!” concluíu Joaquim Bernardes.

Sem comentários:

Enviar um comentário