Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

segunda-feira, 27 de julho de 2015

RALICROSS: JORNADA DE MONTALEGRE DENTRO DO PREVISTO PARA A RECIROSA COMPETIÇÕES

Ademar Pereira deslocou-se este fim de semana a Montalegre para mais uma ronda do Campeonato Nacional de Ralicross - Divisão “Super Nacional”. A prova organizada pelo Clube Automóvel de Vila Real foi mais uma etapa positiva na evolução do piloto tendo este conseguido uma vez mais atingir a final repetindo o 5º lugar conquistado na prova anterior.

Como vem sendo hábito, as primeiras sessões de treinos foram encaradas com muita calma com o piloto do Renault Clio Williams a optar por poupar a mecânica. Apesar dos tempos obtidos não demonstrarem um andamento forte, as sessões de treinos permitiram perceber que a máquina estava a funcionar na perfeição.
Na primeira corrida de qualificação Ademar Pereira pôde desde logo aumentar o ritmo e após uma intensa luta que durou várias voltas, o piloto da Recirosa Competições lograva terminar no 2º posto.
No segundo dia de prova a estratégia mantinha-se inalterada mas logo na primeira volta da segunda manga oficial, uma travagem falhada de um adversário levava a que o piloto do Clio perdesse algum tempo para os carros da frente vindo a terminar no 4º posto. Na tentativa de recuperar terreno, Ademar Pereira viria a sofrer ainda um contratempo que marcaria toda a restante prova. Ao pisar um corrector de forma mais violenta, o piloto vianense terminaria a manga com fortes dores lombares que limitavam imenso os movimentos.
Mesmo assim, o piloto estava determinado a manter o ritmo e na terceira corrida de qualificação voltava a terminar no pódio com o 3º lugar.
Chegava-se então à final e, sem pensar em resultados, Ademar Pereira queria dar o seu melhor. No entanto, as dores não diminuiam de intensidade e a corrida seria feita com limitações não indo o piloto além do 5º posto.
Apesar do resultado, Ademar Pereira considera ter sido “um fim de semana positivo. Pudemos rodar sem contratempos mecânicos e ir melhorando a minha experiência. Claro que gostaria de ter terminado mais acima na classificação mas tenho noção do valor dos adversários e, com as dores que senti, foi mesmo impossível tentar acompanhar o ritmo imposto.
Ainda assim diverti-me imenso neste espetacular circuito e ao mesmo tempo sinto que estou cada vez mais adaptado à modalidade. 
Quero expressar um forte agradecimento a todos os nossos patrocinadores e apoiantes bem como a todos os que me fizeram chegar mensagens de preocupação pelo meu estado físico. Não posso também de dar os parabéns aos meus adversários pelos excelentes resultados.”
O Nacional de Ralicross faz agora a sua habitual pausa de Verão regressando em Setembro.

Sem comentários:

Enviar um comentário