Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

sexta-feira, 4 de março de 2016

COMPETISPORT PRONTA PARA O "SERRAS DE FAFE"

A Cidade Fafe vai ser palco sexta feira e sábado de mais uma edição do Rali Serras de Fafe, prova em piso de terra que será pontuável para o Campeonato Nacional de Ralis e Taça de Ralis FPAK Terra.
A Competisport tem tudo a postos para o arranque da sua temporada desportiva que em 2016 vai passar pelo Campeonato FPAK de Ralis e Taça de Ralis FPAK Terra.

Na prova a cargo da Demoporto, a equipa do Cartaxo conta com duas equipas inseridas na Taça de Ralis, com a presença de Luís Mota e Alexandre Ramos em Mitsubishi EVO VII e Eugénio Madureira e António Duarte em Mitsubishi Carisma GT.
Para Luís Mota, o principal objetivo é ganhar ritmo competitivo para a ronda inaugural do Campeonato FPAK de Ralis, o Rali de Gondomar sendo o piloto do Cartaxo um dos favoritos à vitória na prova, num tipo de piso onde o piloto tem já provas dadas com inúmeras vitórias à geral.
“Este ano vamos centrar o nosso projeto sobretudo no Fpak onde queremos reunir as condições para lutar pela vitória. Vamos aproveitar o Serras de Fafe, para rodar e testar com o carro, preparando assim da melhor forma o Rali de Gondomar. Como vamos fazer a maioria das provas da Taça, vamos também aqui tentar amealhar uma boa pontuação”, salientou Luís Mota.
Sem possibilidades para testar, Eugénio Madureira aposta numa prova em evolução centrando-se em ganhar ritmo competitivo depois da longa paragem sem ralis. “Avançamos novamente para o Rally Serras de Fafe sem ter tido oportunidade de testar. Naturalmente que esta situação vai condicionar o nosso andamento, na medida em que iremos optar por uma abordagem mais cautelosa no inicio do rally. Tanto eu como o António temos noção das condicionantes e estamos sintonizados quanto à forma descomprometida como vamos enfrentar os primeiros quilómetros, mas à medida que o rally se for desenrolando, vamo-nos ajustando em conformidade e apesar de conscientes de todas as dificuldades, tal não significa que tanto eu como o António Duarte abdiquemos de uma boa dose de ambição e determinação,” concluiu Eugénio Madureira.

Sem comentários:

Enviar um comentário