Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

segunda-feira, 24 de abril de 2017

EXPERIÊNCIA NO DESERTO ENCERRA COM 4º LUGAR

Após sete dias e muitos milhares de quilómetros disputados ao cronómetro terminou ontem na cidade portuária de Saidia mais uma edição do Marocco Desert Challenge, a prova escolhida pelo campeão nacional Nuno Matos para iniciar um novo rumo na sua carreira, depois do título brilhantemente conquistado em 2016.

Numa prova em que o objetivo não podia ser outro que o da aprendizagem, face à total ausência de experiência neste tipo de percursos, o certo é que mesmo assim a dupla Nuno Matos / Nuno Rodrigues da Silva, que tiveram ao seu dispor o mesmo Opel Mokka que na Baja de Portalegre de 2016 deu o título a Nuno Matos, se mostraram ao melhor nível tendo conseguido dois segundos lugares e uma quarta posição. Resultados conseguidos frente a uma vasta quantidade de equipas muitas delas com máquinas de elevado potencial.   
“Estou extremamente satisfeito. Aquilo que era o principal objetivo que era ganhar experiência e cumprir todo o percurso foi claramente cumprido. Trouxemos o nosso carro até ao fim e vieram muitas pessoas darem-nos os parabéns pela nossa prestação. Espero que da próxima vez para além de uns bons resultados nas etapas me possa juntar à Elisabete e ao Pedro numa boa classificação final, acredito sinceramente que sim. Não sei se foi a primeira de muitas, seja como for gostava de regressar. São provas que tem de ser encaradas de uma maneira uma pouco diferente das que fazemos em Portugal, mas face aos resultados que tivemos creio que temos potencial para isso” explicou Nuno Matos no final de uma corrida onde é importante referir o facto de “termos utilizado, em confronto direto com algumas das melhores máquinas do mercado de competição em TT, um veículo concebido e construído em Portugal e que tem vindo a ser desenvolvido por pessoas portuguesas”.

Sem comentários:

Enviar um comentário