Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

terça-feira, 4 de abril de 2017

AZORES AIRLINES RALLYE: PEDRO SÁ CONQUISTA PRIMEIRA VITÓRIA

Não poderia ser melhor o balanço final da participação de Pedro Sá e Jorge Antunes no Azores Airlines Rallye, prova que teve este ano honras de abertura do Campeonato Europeu de Ralis. A bordo de um Mitsubishi Lancer Evo IX, a dupla que defende as cores da APA Motorsport fazia a sua estreia neste rali e o objetivo principal passava pela continuidade na aprendizagem da máquina tentando dar alguma réplica em termos nacionais no Grupo N para defender a vice liderança.

O rali iniciava-se logo com a “City Stage”, uma super especial em pleno centro de Ponta Delgada que, não contando para a classificação, foi aproveitada pelo piloto de Viana do Castelo para brindar com algum espetáculo os muitos milhares de espectadores presentes que souberam resistir às difíceis condições climatéricas.
Na parte competitiva do rali, Pedro Sá e Jorge Antunes apostavam num ritmo de bastante contenção visto que, tal como previam, as classificativas micaelenses revelavam-se extremamente exigentes e difíceis do ponto de vista da condução. Ainda assim, Sá e Antunes concluíram a primeira etapa na terceira posição da classe RC2N.
Para a segunda etapa a estratégia manteve-se com a dupla a conseguir progredir troço após troço até atingir o final. Confirmando que o Rali dos Açores é mesmo uma verdadeira prova de esforço, Sá e Antunes viam a concorrência  sofrer alguns azares e por esse motivo o ritmo imposto pela equipa era de cada vez maior contenção tentando não comprometer um novo pódio, cada vez mais ao seu alcance.

À entrada para a derradeira classificativa, Pedro Sá ocupava o segundo lugar do Grupo N, um resultado que servia perfeitamente para os seus intentos mas para o piloto vianense, a melhor surpresa ainda estava para vir quando o até então líder da classe se via fora de prova com problemas mecânicos. Desta forma, a vitória na classe RC2N vinha mesmo parar para as mãos da dupla do Mitsubishi, a primeira da sua carreira no Nacional de Ralis.
“É sem duvida um rali muito duro, um verdadeiro desafio!” afirma Pedro Sá. “A nossa estreia neste rali acaba por terminar com um balanço muito positivo. Apesar de alguns sustos, conseguimos terminar a prova. Sofremos 3 furos e tivemos problemas com a direção assistida além de algumas saídas de estrada o que vem comprovar o elevado grau de dificuldade mas felizmente conseguimos atingir os nossos objetivos.
À medida que o rali se ia desenrolando fomos percebendo que os nossos adversários na classe RC2N se iam atrasando  por isso foi importante não entrarmos em euforias e manter a concentração para evitar erros e atingir o final. Acabamos por beneficiar com o azar dos nossos adversários e chegar à vitória mas este é um justo prémio para toda a equipa pelo esforço e trabalho desenvolvido” resume o piloto.

Com a vitória nos Açores Pedro Sá aproxima-se cada vez mais da liderança no Campeonato e o próximo embate será dos troços de asfalto do Rali Casinos de Espinho, dentro de duas semanas.

Sem comentários:

Enviar um comentário