Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

sábado, 1 de abril de 2017

BRUNO MAGALHÃES COM REGRESSO VITORIOSO NOS AÇORES

foto Nuno Dinis Photos
A bordo de um Skoda Fabia R5, a dupla Bruno Magalhães / Hugo Magalhães venceu hoje a edição de 2017 do Azores Airlines Rallye, prova que inaugurou o Campeonato Europeu da especialidade.
Numa prova marcada pela competitividade e incerteza quanto ao resultado final, o primeiro líder foi Kajetan Kajetanowicz, o Campeão Europeu em título mas cedo o piloto polaco ficava arredado da luta pela vitória depois de um acidente no decorrer ainda da primeira etapa.
Desta forma seria o russo Alexey Lukyanuk a assumir o comando do rali herdando uma confortável liderança para os mais directos opositores, o checo Jan Cerny e o herói local Ricardo Moura. Mais atrás mas em franca recuperação rodava Bruno Magalhães que fazia neste rali o seu regresso à competição após longa paragem.
Mas o Rali dos Açores tem nas suas difíceis classificativas a principal característica e seria uma das muitas "armadilhas" dos troços micaelenses a ditar novo abandono importante: Lukyanuk não evitava um toque que o deixava fora de prova numa altura em que também Jan Cerny já tinha ficado pelo caminho após um aparatoso despiste. Com estas incidências a luta pela vitória ficava reservada para Ricardo Moura (que ocupava o segundo lugar) e Bruno Magalhães, que havia já recuperado algumas posições até assumir o primeiro lugar com os abandonos de Cerny e Lukyanuk.
Porém, a três classificativas do final, o azar batia à porta de Moura com o piloto açoriano a ser obrigado a desistir com problemas de motor no seu Ford Fiesta R5. Bruno Magalhães ficava então com o caminho aberto para a vitória já que atrás de si rodava agora o alemão Maijan Griebel com um atraso de quase 44 segundos para o líder e seria com um ritmo de compromisso que o piloto lisboeta viria a concluir os derradeiros troços até à vitória final.
Griebel, em Skoda Fabia R5 terminou na segunda posição, um excelente resultado para o jovem piloto que transitou do Opel Adam de 2 rodas motrizes para o escalão principal do Europeu de Ralis. O pódio final ficou composto pelo irlandês Josh Moffet em Ford Fiesta R5.
foto Nuno Dinis Photos
Em termos nacionais, Bruno Magalhães somou os pontos referentes à vitória, seguido por Pedro Meireles no segundo posto (6º classificado da geral) e por João Barros, piloto que consegue pela primeira vez terminar o Rali dos Açores conseguindo obter o pódio do Nacional.
Com o 12º posto da geral, o britânico Chris Ingram levou o seu Opel Adam R2 à vitória nas 2 rodas motrizes enquanto em termos nacionais a vitória sorriu a Gil Antunes, em Renault Clio R3T.
Destaque também para a vitória de Luis Pimentel na ERC2, competição reservada aos carros de Grupo N que competem no Europeu.

Sem comentários:

Enviar um comentário