Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

domingo, 8 de novembro de 2015

RALI CASINOS DO ALGARVE: MOURA VENCE MAS FONTES É CAMPEÃO

Terminou à minutos no Algarve o Campeonato Nacional de Ralis 2015. Ricardo Moura e José Pedro Fontes eram os candidatos a campeão nacional mas o título ficou mesmo na posse do piloto do Citroen DS3.
A história do rali escreve-se em primeiro lugar com o nome de Carlos Vieira. O ex-piloto de Velocidade, a efectuar apenas o seu segundo rali de terra, dominou quase por completo o primeiro dia de rali ao vencer três das quatro classificativas da etapa. Vieira colocava assim o seu Ford Fiesta R5 na frente do rali ao final de sábado com Ricardo Moura a ocupar o segundo posto e Pedro Meireles na terceira posição.
A segunda etapa começou com troca de líder. Carlos Vieira não evitou uma saída de estrada e cedeu o primeiro lugar para Ricardo Moura enquanto José Pedro Fontes subia ao terceiro lugar da geral. No entanto, para Fontes era necessário ascender pelo menos ao segundo posto para garantir o título, caso a vitória no rali fosse para as mãos de Ricardo Moura.
O piloto açoriano fez o que lhe competia e a partir do momento em que chegou à liderança, dominou todo o restante rali acabando por festejar a vitória. Só que a história do campeonato ainda não estava decidida e na penúltima classificativa dá-se a reviravolta. Segundo classificado até então, Pedro Meireles perdia imenso tempo (mais de 4 minutos) na segunda passagem por Ameixial cedendo o lugar intermédio do pódio para Fontes. Carlos Martins terminaria o rali na terceira posição final.
Desta forma, apesar da vitória de Ricardo Moura no rali, o campeonato ficava decidido a favor do piloto do Citroen que chega assim ao seu primeiro título absoluto  no Nacional de Ralis.
Nas 2 rodas motrizes, o Rali Casinos do Algarve era também a prova decisiva com Marco Cid e João Ruivo a repartirem as atenções.
A etapa de ontem acabaria por ser determinante com Marco Cid a ser mais rápido que João Ruivo em 2 troços e com isso o piloto do Clio S1600 amealhava 1 ponto extra para o campeonato.
A vitória no rali foi para as mãos de João Ruivo apesar de Diogo Gago ter sido o dominador ao longo de todo o fim de semana, mas o piloto do Peugeot 208 viria a sofrer um furo caindo para o segundo lugar. Porém, apesar da vitória, os esforços do piloto de Famalicão viriam a ser inglórios já que o Campeonato ficou entregue ao seu adversário Marco Cid.
Na prova reservada ao Regional Sul a vitória foi para Luis Mota, seguido de Ricardo Filipe e José Dimas a encerrar o pódio, mas Márcio Marreiros é o piloto com mais motivos para festejar após alcançar o título de campeão.

Sem comentários:

Enviar um comentário