Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

CAMPEONATO DECIDE-SE NO ALGARVE

Chegou a hora das decisões no Campeonato Nacional de Ralis. Na Serra do Caldeirão José Pedro Fontes e Ricardo Moura esgrimem argumentos para chegar ao título máximo nos ralis nacionais.
Este fim de semana sai para a estrada a edição 44 do Rallye Casinos do Algarve, que irá decidir o campeão nacional de ralis.  José Pedro Fontes e Ricardo Moura chegam à última prova a dependerem de si próprios para sagrarem campeões, e prometem não deixar os créditos por mais alheias.  A palavra de ordem é ataque, pois separados por 9,5 pontos, a vantagem é do piloto do DS3, no entanto o piloto açoreano também depende de si próprio para conquistar o título, pois para além dos 25 pontos da vitória há que contar com os 4 pontos de bonificação nas especiais. À procura de um bom resultado surge o actual campeão Pedro Meireles, que cada vez mais adaptado ao Skoda, pretende continuar a vencer no CNR. 
Há que contar também com Ricardo Teodósio, que jogando em casa quer adaptar-se rapidamente ao Ford Fiesta, e deixar indicadores que auxiliem um projecto futuro. Cada vez mais à vontade com o Skoda S2000 Carlos Martins surge motivado e promete lutar pelo pódio. 
No agrupamento de produção, o favoritismo recai sobre Adruzilo Lopes em Subaru Impreza, que contará com a oposição de Manuel Castro e Vítor Ribeiro, ambos em Mitsubishi.  Os motivos de interesse da prova estendem-se à atribuição do título de 2L / 2RM, com a disputa entre Marco Cid e João Ruivo. Neste grupo também entra o sambrazense Diogo Gago que regressa a “casa” depois de uma temporada no Campeonato Europeu Juníor .
Também os intervenientes do Campeonato FPAK Sul vão participar no rali. Márcio Marreiros quer chegar o mais depressa possível ao “Tri”, mas tem pela frente o pluricampeão dos “regionais” Luís Mota. Entre as viaturas de duas rodas motrizes é expectável um duelo entre Paulo Santos e Marco Gonçalves.
O rali disputa-se em dois dias, com a acção concentrada no primeiro no concelho de São Brás, e no segundo com as especiais de Ameixial e Salir, totalizando 117,42 quilómetros cronometrados. O centro nevrálgico é a Praça da República em Loulé, com Partida, Chegadas e Cerimónia de Pódio. No sábado há tarde também existe uma partida simbólica em São Brás de Alportel.

Sem comentários:

Enviar um comentário