Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

domingo, 27 de outubro de 2013

BRUNO COSTA E RICARDO MOURA COM OS LOUROS

Terminou em clima de grande festa e de homenagem a Pedro Fins a segunda edição do Rali de Viana do Castelo, numa organização do Clube Automóvel de Santo Tirso como apoio da Câmara Municipal de Viana do Castelo. Bruno Costa / Filipe Martins em Mitsubishi Lancer Evo VI e Ricardo Moura / António Costa em Skoda Fabia S2000 ficaram no quadro de honra da prova pelos triunfos no Regional Norte e na prova Extra-Campeonato respectivamente.

Bruno Costa entrou apostado em recuperar a desvantagem para Luís Mota / Alexandre Ramos no campeonato Regional de Ralis do Norte, e saiu de Viana do Castelo com o objectivo cumprido. Liderou a partir da 2ª PE, primeiro com Ricardo Teodósio / José Teixeira por perto, e depois perseguido do Eduardo Veiga / Justino Reis, mas manteve sempre a liderança segura por curta margem. Com este triunfo, e com o mau resultado de Luís Mota devido a um furo, Costa fica junto ao piloto do Cartaxo na luta pelo título.
Ainda que sem pontuar para o campeonato, Eduardo Veiga foi autor de uma prova suprema, colocando o Ford Escort MKII no 2º lugar e batendo com bastante respeito Ricardo Teodósio no Mitsubishi Lancer Evo IV. Mário Barbosa / Bruno Gonçalves bem se pode lamentar de uma lâmpada fundida na lanterna do Citroen Saxo Kit Car, pois à entrada da super-especial nocturna isso impediu o navegador de ver a hora correcta e penalizaram 1 minuto por avanço. Venceu a super-especial de 6ª feira e com isso levou o “Troféu João Pedro Castro”, mas o minuto de penalização obrigou-o a recuperar tempo no dia de hoje, conseguindo subir até ao 4º lugar.
Paulo Silva / Sofia Mouta no BME 325i foram os 5ºs na frente dos espectaculares Daniel Martinez / José Ribeiro que levaram o Citroen AX GT ao 6º lugar final. Júlio Bastos / Aníbal Pereira com o 7º lugar final foram os melhores entre os inscritos no Campeonato Regional de Ralis do Norte de duas rodas motrizes, reforçando a liderança com este resultado.
Na prova extra Ricardo Moura dominou de forma natural os acontecimentos, com uma participação que serviu de teste para o rali do Algarve onde irá tentar revalidar o título nacional de ralis. De forma surpreendente, mas apenas para alguns, José Antonio Iglesias / Jacobo Nuñes colocaram o Peugeot 208 R2 da AR Vidal na 2ª posição batendo o local João Traila que era navegado por Duarte Costa no Mitsubishi Lancer Evo VIII.
Com uma enchente de publico a assistir, o Rali de Viana do Castelo esteve a um nível elevado na estrada, terminando uma cerimónia de entrega de prémios emocionante. Foi criado o “Troféu Pedro Fins” para o piloto mais rápido na super-especial de encerramento, o qual acabou por ser arrecadado pela dupla Ricardo Moura / António Costa que receberam o prémio das mãos do pai do malogrado piloto de Viana. 
Uma ultima referência para a estreia do Ford Fiesta R5 de João Barros / Jorge Henriques que foi um dos grandes atractivos da prova. Impedido de participar devido à inexistência de regulamento em Portugal para os carros da nova classe R5, Barros fez, mesmo assim, questão de marcar presença como carro “0”. Esta opção do piloto de paredes valeu-lhe um reconhecimento da organização que entregou um prémio de especial à equipa do carro que contribuiu muito para a promoção da prova.
Os resultados da prova podem ser consultados em http://wwr.stm.pt/viana2013/results

Sem comentários:

Enviar um comentário