Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

ALEXANDRE FRANCO COM DUPLO OBJECTIVO EM IDANHA

A Scuderia Goldentrans/DURA com a dupla Alexandre Franco/Rui Franco parte com um duplo objectivo para a Baja TT Idanha-a-Nova, quarta prova pontuável para o Campeonato Nacional de Todo o Terreno e terceira da Taça Ibérica.
Depois da habitual pausa na fase intermédia do calendário, a dupla de Alenquer regressa á competição na liderança da Categoria T2 no Nacional de Todo o Terreno, situação inédita para a Scuderia Goldentrans/DURA, que alia nesta prova ainda a vontade de conseguir um resultado importante em termos de Taça Ibérica.
Começando por nos falar sobre a prova, o piloto que conta com os apoios da Goldentrans, DURA Automotive Systems e Eni dizia que “depois da longa paragem de quase três meses, estamos ansiosos por voltar á competição. Só esta segunda-feira tivemos oportunidade de voltar a andar no carro e após as férias parece que continuamos a falar os três a mesma linguagem”, começou por dizer Alexandre Franco, que conta uma vez mais com a Nissan Navara preparada e assistida pela Prolama Competição.
O piloto da Scuderia Goldentrans/DURA avança que “esta prova é de facto muito importante para a nossa equipa, na medida em que disputamos dois campeonatos na mesma prova, o Nacional e o Ibérico, o que nos levará a ter uma cautela redobrada. Isso ainda não assim quer dizer que não vamos atacar, contudo, o mais importante é pontuar o mais possível. Por outro lado, fiquei muito contente por ver uma lista de inscritos com mais de quatro dezenas de inscritos, o que torna mais competitiva esta edição da Baja TT Idanha-a-Nova, naquele que a meu ver é o fruto do bom trabalho que a Escuderia Castelo Branco já nos habitou e que também nos motiva ainda mais para lutarmos pela vitória”.
A Baja TT Idanha-a-Nova arranca na próxima sexta-feira dia 12 de Setembro com a dupla passagem pela Super Especial que se disputa na Sra do Almortão, para no sábado se realizarem duas passagens por um sector selectivo de 175 kms.

Sem comentários:

Enviar um comentário