Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

sexta-feira, 16 de maio de 2014

SATA RALLYE AÇORES: LIDERANÇA NACIONAL

foto FIA ERC
Tem sido muitíssimo bem disputada a edição deste ano do Sata Rallye Açores. A prova pontuável para o Europeu de Ralis está ao rubro com muita animação na frente de uma classificação por onde já passaram Craig Breen e  Kevin Abbring, ambos ao volante dos Peugeot 208 T16 oficiais, mas que no final dos 2 primeiros dias de prova é encabeçada pela dupla nacional Bernardo Sousa / Hugo Magalhães.

foto FIA ERC
O rali começou sob o domínio da Peugeot. Craig Breen instalou-se no primeiro lugar segurando essa posição ao longo de 9 classificativas. Logo atrás, Kevin Abbring,  Kajetan Kajetaniwicz e Ricardo Moura (a estrear o novíssimo Ford Fiesta R5) envolviam-se numa interessante luta pelo 2º lugar, sempre com Bruno Magalhães à espreita.
foto FIA ERC
A nona classificativa via Breen a abandonar. Novamente, a fiabilidade do Peugeot 208 T16 a mostrar-se frágil, deixando o piloto irlandês fora de prova. Abbring assumia assim o comando da prova. Pelo caminho havia ficado já Ricardo Moura que, na classificativa inaugural do segundo dia não evitava um toque numa pedra que colocou o piloto fora de prova. A mesma pedra havia também de dar destino idêntico ao polaco Kajetanowicz. Quem vinha em crescendo de forma era Bernardo Sousa que, depois de um primeiro dia muito cauteloso devido a problemas no seu Fiesta, mostrava-se agora mais forte vencendo 3 classificativas chegando ao derradeiro troço do dia no segundo lugar atrás do piloto oficial da Peugeot.
foto FIA ERC
Vasily Gryazin vinha logo a seguir na frente de Bruno Magalhães. Mas numa prova que se tem revelado bastante agitada, a ultima classificativa do dia vinha mais uma vez alterar as classificações. Com a vitória de Bernardo Sousa na segunda passagem por Lagoa Meo, o piloto da madeira instala-se na liderança por troca com Abbring terminando o dia a comandar o rali. Por seu lado, o piloto holandês via-se a braços com alguns problemas no seu carro enquanto o pódio ao final da etapa era fechado com Gryazin. Bruno Magalhães termina a etapa na 4ª posição e mantém intactas as aspirações ao pódio.

A 4ª DE PEDRO MEIRELES

O Sata Rallye Açores contou igualmente para o Campeonato Nacional de Ralis, uma prova que era composta por toda a primeira etapa, disputada ao longo do primeiro e segundo dias de prova. Ricardo Moura foi o primeiro líder mas com o abandono prematuro seria João Barros a assumir o comando. Porém a sorte voltou a abandonar o piloto da Fibromade e uma saída de estrada colocou um ponto final nas aspirações de Barros.
Desta forma, a liderança passava a estar nas mãos de Adruzilo Lopes, que à entrada para o penúltimo troço dispunha de uma pequena vantagem sobre Pedro Meireles. Ao volante do habitual Subaru Impreza, Adruzilo Lopes entrava para o penúltimo troço decidido a aguentar a liderança mas acabou por não evitar um toque de traseira que lhe viria a custar preciosos segundos, deixando a liderança do rali escapar para Pedro Meireles. Por seu lado, o piloto de Guimarães não desperdiçou a oportunidade e segurou a sua 4ª vitória do ano em 4 ralis.
Adruzilo Lopes ficou com o segundo lugar enquanto o piloto local Luis Miguel Rego, que chegou a passar pelo segundo posto, encerrou as contas finais do pódio.

Sem comentários:

Enviar um comentário