Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

domingo, 4 de maio de 2014

PONTE DE LIMA REGRESSOU AOS RALIS, VITOR PASCOAL REGRESSOU ÀS VITÓRIAS

Foi em grande ambiente de festa que a bonita vila de Ponte de Lima acolheu a caravana do Campeonato de Ralis Norte. Muito público ao longo das espectaculares classificativas e na zona circundante ao centro operacional do rali foram a tónica para uma prova bem disputada que teve na dupla Vitor Pascoal / Luis Ramalho, os vencedores finais.
Com uma pouco habitual classificativa nocturna a abrir a prova, Fernando Peres assumia-se como candidato ao triunfo. Navegado por Emanuel Gonçalves, o piloto do Porto vencia a primeira passagem pelo troço "Ponte de Lima 1" colocando-se na liderança. No entanto, para Peres, o início do segundo dia trazia ao Mitsubishi inúmeros problemas eléctricos levando a dupla a cair várias posições na classificação.
Quem melhor aproveitou os problemas de Peres foi Vitor Pascoal. Depois de conseguir o segundo melhor registo na classificativa nocturna, o piloto do "Baião Rally Team" começava o segundo dia ao ataque, aproveitando da melhor forma as evoluções feitas no seu Mitsubishi para chegar o topo da tabela de tempos. Pascoal, acompanhado por Luis Ramalho, vencia três das cinco classificativas do dia obtendo desta forma uma confortável vantagem que iria culminar com a vitória no rali.
Para a segunda posição duas equipas travaram uma enorme luta. O vianense João Traila, navegado por Duarte Costa começava com o 3º posto (após os problemas sentidos por Fernando Peres) atrás da dupla espanhola Pedro Tapia / Marcos Gude. Porém, Traila impunha-se em "Cerquido 1" subindo ao segundo posto, para no troço seguinte "Ponte de Lima 2", Pedro Tapia recuperar o lugar, posição que segurou na segunda passagem por "Calheiros". Mas João Traila parecia apostado em conseguir um resultado brilhante neste rali e, aproveitando o maior conhecimento do troço do Cerquido" efectuava a segunda passagem completamente ao ataque, conseguindo o segundo melhor registo da geral. Este resultado permitiu ao piloto de Viana do Castelo subir ao segundo lugar, batendo Tapia por apenas meio segundo.
A quarta posição ficou para Fernando Peres que, depois dos problemas sentidos, ainda consegiu recuperar, vencendo "Cerquido 2" e colocando-se na frente de Nuno Cardoso e Telmo Campos, a encerrarem o top 5.
Herculano Antas e Luis Silva colocaram o seu Citroen C2 R2 Max no sexto lugar final, vencendo entre os carros de duas rodas motrizes.

Sem comentários:

Enviar um comentário