Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

quinta-feira, 22 de maio de 2014

MARCO CID: "O NUNO RODRIGUES DA SILVA TEM SIDO IMPORTANTE PARA A MINHA EVOLUÇÃO"

Depois de uma estreia positiva no SATA Rallye dos Açores, Marco Cid fez um pequeno balanço da sua evolução no Campeonato Nacional de Ralis, onde tem aprendido as técnicas dos ralis com a equipa Fibromade Racing Team e com um dos mais experientes navegadores portugueses.

Marco Cid ficou maravilhado com o que encontrou na sua primeira experiência no Rali dos Açores: “Adorei. Sempre que puder, hei-de participar em todas as edições do SATA pois este é mesmo um rali especial”, afirmou o jovem piloto de Leiria. “Os troços são fenomenais, aquelas paisagens verdes e as cores vivas das flores tornam simplesmente lindo pilotar nestas classificativas. Posso dizer que o troço que mais gostei foi o da Tronqueira, não desfazendo do belíssimo Sete Cidades”.
A evolução de Marco Cid nos Açores foi visível no sétimo lugar final entre os concorrentes dos duas rodas motrizes (ERC e CNR) mas principalmente pelo facto de ter feito vários registos entre os mais rápidos da sua classe no Campeonato Nacional. “Correu quase tudo bem. No início do rali procurei adaptar-me aos troços de terra e ganhar ritmo pois não fazia um rali há dois meses. Depois, as coisas começaram fluir e penso que andei bem. Consegui fazer bons tempos entre os portugueses mesmo com alguns erros ligeiros”.
Sendo um rookie no Campeonato Nacional, o piloto leiriense conta com um aliado de peso na bacquet direita do Renault Clio S1600, o experiente Nuno Rodrigues da Silva. “O Nuno tem sido importante para a minha evolução, tal como também toda a equipa Fibromade / P&B Racing. Conduzir na terra é estar na essência dos ralis e penso que sou mais piloto nos pisos de terra do que no asfalto. É pena o Nacional de Ralis só ter três provas em terra, parece mais um campeonato de circuitos sem correctores. Mas o Nuno tem sido uma ajuda muito boa na aprendizagem da colocação do carro e na preparação de toda uma prova. Nos Açores, por exemplo, sendo um rali com muitos quilómetros deu para aperfeiçoar e melhorar muitos aspectos relacionados com as notas, pilotagem, etc. Estou mais preparado para o que vem a seguir”, concluiu Marco Cid.
A quinta prova do Campeonato Nacional de Ralis será no asfalto da Marinha Grande com o tradicional Rali Vidreiro, a 7 e 8 de Junho.

Sem comentários:

Enviar um comentário