Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

RICARDO GOMES E JOSÉ CORREIA COM SORTES DIFERENTES EM BRAGA

Ricardo Gomes marcou presença no passado fim de semana nas 4 Horas de Braga, onde alinhou em dois carros diferentes, na qual o epílogo final seria bem diferente para os dois carros.

Assim ao volante do Seat Leon de José Correia, seria obrigado a desistir, enquanto com o Honda Logo, chegaria ao final da corrida. Sobre este fim de semana, Ricardo Gomes referiu “ foi sem duvida alguma um fim de semana diferente, onde tive a oportunidade de conduzir dois carros bem diferentes. Assim no Seat Leon do José Correia, numa altura em que estávamos a rodar na segunda posição de repente o motor do carro deixou de trabalhar, e vimos logo que eram problemas de electrónica e motor, sendo obrigado a desistir. A  avaria não foi possível ser reparada em tempo útil, isso apesar de termos percorrido poucas voltas. Perante este facto, deixou-me a mim e à equipa triste, apesar de terem feito um excelente trabalho. Quero aproveitar esta oportunidade para agradecer o convite que me foi feito pelo José Correia, à Vettra Motorsport. Apesar da falta de sorte com o Seat Leon, passei bons momentos na companhia desta fantástica equipa”
Em relação ao Honda Logo, a situação foi diferente, pois uma vez mais levamos o carro até final como nos descreveu “ aqui a sorte foi diferente pois vimos a bandeira de xadrez, e assim fomos os primeiros na categoria 7, e os terceiros entre os carros mais modernos, o que foi um bom resultado tendo em conta o carro que tivemos”, disse-nos.
A sorte nada quis no fim de semana que passou nas 4 Horas de Braga, com o Seat Leon MK 1 de José Correia, que estava a rodar na segunda posição, quando veio para as boxes com problemas de electrónica e motor, que acabou por determinar a desistência.
Segundo José Correia “ fiquei desapontado, pois estava tudo a acorrer tão bem, conseguimos o terceiro lugar na grelha de partida, estávamos a rodar na segunda posição quando surgiu isto, e na realidade tudo isto foi inesperado. Ainda chegamos a pensar com toda a equipa de mecânicos da Vettra Motorsport se conseguíamos arranjar isto, para depois o carro voltar á pista, mas rapidamente verificamos que tal não seria possível, e assim tive de tomar a decisão de desistirmos, com muita pena minha. Sou de opinião que se isto não tivesse acontecido, provavelmente subíamos ao pódio, pois com o andamento que estávamos a impor isso estaria ao nosso alcance, mas a verdade é que as corridas de automóveis tem destes imprevistos, são coisas que acontecem “

Sem comentários:

Enviar um comentário