Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

PAULO ANDRADE ESTREOU-SE EM BRAGA NOS AUTOMÓVEIS

Paulo Andrade teve o primeiro contacto com a Roadgalaxy no final de 2013: tinha o sonho de fazer corridas de automóveis mas não tinha a verba e o saber necessário para conseguir alcançar o seu tão almejado Graal. 

João Rebelo Martins entendeu o desejo e a vontade de correr de Paulo Andrade – porque “ passei pelo mesmo, vivi toda a vida no meio das corridas mas tudo o que consegui foi à minha custa e tudo o que aprendi, todos os erros que cometi e as vitórias alcançadas, têm um porquê; e não me importo de o transmitir a quem quer ouvir” – e decidiu ajudá-lo.
Por pouco não entrou num projecto desportivo em 2014 mas 2015 marcou a estreia do jovem de Famalicão nas competições nacionais. Com o patrocínio da CM Socks, o piloto realizou cinco jornadas do competitivo troféu Ases Pelos Ares, no KIVI Kart, em Viana do Castelo. Um troféu de kart amador, com chassis, motor e pneus iguais, sorteados antes de cada corrida, potentes, sem protecções frontais e laterais e que conta com grandes nomes do automobilismo nacional, de pilotos com muita experiência e que vemos, muitas vezes, a bordo dos carros do Desafio Único, SSS ou Clássicos.
Para Paulo Andrade “ foi uma escola. Posso dizer que não atingi todos os resultados desejados, mas num troféu onde há pilotos muito competitivos e com bastante experiência, não me foi possível fazer melhor. Contudo, saio de cabeça levantada e de dever cumprido”.
No final do ano, aquando as 4 Horas de Braga, Paulo Andrade teve a sua estreia nos automóveis. E que estreia!
A bordo do Fiat Punto da Diabolicus, tendo como companheiros de equipa Hugo Negrais, Tiago Vilela e César Machado, o piloto teve o prazer de dividir a condução com os Campeões do Desafio Único e SSS de 2015. Uma subida ao pódio na prova de estreia: não poderia ter corrido melhor.
Além da CM Socks, com as cores da Taberna Belga, DacaMar Marisqueira, Restaurante Dona Júlia, TerraSystems e Restaurante Cozinha da Sé, Paulo Andrade cumpriu o seu sonho “ penso que tive uma boa prestação ao rodar de forma constante e ao ritmo dos pilotos mais experientes. Tive uma rápida adaptação ao carro e ao traçado de Braga, mesmo com pouco tempo de treinos – problemas no motor nos treinos privados de sexta-feira – e no meu último turno rodar sem a 3ª velocidade”.
Para 2016, Paulo Andrade quer continuar nos automóveis, integrando uma competição nacional de circuitos, “ com a Roadgalaxy onde obtive todo o apoio, conhecimento, visibilidade e ajuda nas provas que um piloto precisa”.

Sem comentários:

Enviar um comentário