Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

segunda-feira, 21 de julho de 2014

MIGUEL BARBOSA LEVA DS3 R5 À VITÓRIA NO RALI B.V. FAMALICÃO

Foram milhares os espectadores que acompanharam o Rali dos B.V. Famalicão. Com uma recheada lista de inscritos encabeçada por grandes nomes do automobilismo nacional, a prova acabaria por ser discutida a dois, numa contenda entre carros da categoria R5, que terminaria favorável ao estreante Citroen DS3, pelas mãos de Miguel Barbosa e Alberto Silva.

Nomes como o de Tiago Reis, Luis Silva, João Barros ou Miguel Barbosa afiguravam-se como os mais sérios candidatos à vitória. Tiago Reis impunha o poderio do seu Fiesta Cosworth logo na primeira passagem pela Super Especial mas ficaria arredado da luta ao início da segunda etapa quando a mecânica do carro deu parte fraca. A luta ficava reduzida a João Barros, ao volante do habitual Ford Fiesta R5 e Miguel Barbosa, seguidos de perto pelo BMW M3 de Luis Silva. Os pilotos dos R5 lutavam à décima de segundo chegando à 4ª pec separados por uma diferença de menos de um segundo com vantagem para o piloto de Famalicão.
Luis Silva, navegado por Carmo Reis nesta prova, não mostrava argumentos para entrar na luta dos primeiros, mas travava uma forte batalha com Joaquim Alves, que fazia o Clio R3 "voar" na especial que ligava Fradelos a Calendário.
A classificativa nº 5 acabaria por ditar o desfecho do rali. João Barros e Jorge Henriques sofriam um furo no seu Ford Fiesta R5 caindo para o quarto lugar. Com este azar de Barros, Miguel Barbosa podia respirar de alívio já que, em condições normais, a vitória já não lhe escaparia, tendo o piloto cumprido o restante rali num ritmo seguro até à sua quarta vitória no rali de casa.
Depois do azar de João Barros, Luis Silva e Joaquim Alves ascendiam uma posição na geral tendo ambos terminado o rali por esta ordem no pódio com a diferença entre ambos a não chegar aos 3 segundos.

HERCULANO ANTAS FOI O VENCEDOR NO CAMPEONATO INTER MUNICÍPIOS

Ao volante do seu habitual Citroen C2 R2 Max, a dupla Herculano Antas / Luis Silva obteve a sua segunda vitória do ano no CIN. Ao averbarem o 5º posto da geral, Antas e Silva superiorizaram-se aos vencedores da prova anterior, os maiatos Ricardo e Nuno Oliveira, a bordo de um Mitsubishi Lancer Evo 6, tendo ainda sido os mais fortes na Divisão 2 do CIN.
A classificação começou por ser encabeçada por Jacinto Oliveira, vencedor da Super Especial de abertura, mas seria José Rodrigues a dar o mote no início da segunda etapa. Porém Herculano Antas foi imprimindo um ritmo cada vez mais forte o que lhe permitiu subir na classificação até à liderança.
Ricardo e Nuno Oliveira terminaram na segunda posição sendo também os vencedores da Divisão 9 do CIN. Com este resultado a dupla cada vez mais se afirma como a mais séria candidata ao título. O ultimo degrau do pódio ficou na posse de José Rodrigues, navegado por Nuno Lima no competitivo Honda Civic, tendo ainda sido os mais rápidos na Divisão 3 entre os concorrentes que pontuam para o Inter Municípios. 
Gaspar Pinto, vencedor da Divisão 4 entre os concorrentes do CIN, Jacinto Oliveira e Ivo Araújo encerraram por esta ordem o Top 6 da classificação final.
Destaque ainda para os vencedores das Divisões do CIN com Rui Figueiredo a levar os pontos da vitória na Divisão 1, António Coimbra a vencer entre os Clássicos, nos Diesel Capela Morais foi o mais forte enquanto entre as Senhoras, Adriana Alvarez foi a melhor classificada desta competição.

Sem comentários:

Enviar um comentário