Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

domingo, 29 de junho de 2014

RALI DE VIANA DO CASTELO: VITÓRIA DE FONTES NA GERAL E DE TRAILA NO CAMPEONATO NORTE

foto Paulo Oliveira - DPI
A dupla José Pedro Fontes / Inês Ponte no Porsche 997 GT3 venceu a 3a edição do Rali de Viana do Castelo, mas o vianense João Filipe Traila também saiu vencedor do “seu” rali ao garantir o número máximo de pontos para o Campeonato de Ralis do Norte e um lugar no pódio absoluto. As enchentes nas duas super especiais e a quantidade elevada de publico que acorreu aos troços, contribuíram para a festa que foi esta terceira edição da prova.

O Rali começou com a super-especial de 6a feira à noite no parque de estacionamento do navio Gil Eanes, a qual teve milhares de espectadores a assistir. Aí o líder do Campeonato de Ralis do Norte bateu os “outsiders” do rali e garantiu o melhor tempo absoluto com o Mitsubishi Lancer Evo VII. Júlio Maia também surpreendeu ao colocar o Peugeot 206 S1600 como o melhor carro da “Promoção 2 rodas motrizes” e garantir o 5º posto.
No dia de Sábado a chuva noturna deixou os pisos muito escorregadios e traiçoeiros nas primeiras passagens. José Pedro Fontes impôs a superioridade técnica com mestria e saber, e começou logo desde os primeiros quilómetros a construir a vitória na prova. Ao mesmo tempo outro dos “outsiders” – Amador Vidal navegado por Francisco Lema no VW Polo R – brilhava e era o único a bater o homem do Porsche em alguns troços. Se não fosse o tempo perdido por Vidal na super-especial noturna com problemas no Polo, teria dado réplica a Fontes. No final foram 46,3s a separar Fontes de Vidal nos dois lugares mais altos do pódio com dois carros que atraíram muitas atenções na prova.
foto Paulo Oliveira - DPI
Atrás do Porsche e do VW travava-se a luta do Campeonato de Ralis do Norte, com Filipe Traila navegado por Duarte Sabino a conseguir desde cedo impôr o seu Mitsubishi Lancer Evo VII aos adversários VítorPascoal / Luís Ramalho e Fernando Peres / José Pedro Silva. O Mitsubishi não permitia a Traila bater Fontes e Vidal, mas conseguiu cimentar a sua posição de líder entre os pilotos do campeonato, vencer a arrecadar preciosos pontos, alem de ter conseguido chegar a um lugar no pódio absoluto da prova. Traila não festejou o pódio absoluto, porque só depois de no final da prova a organização corrigir um tempo atribuído a Elias Barros é que o Vianense viu confirmado o seu 3º lugar absoluto.
Atrás de Traila, travava-se a luta entre Fernando Peres e Vítor Pascoal com o cronómetro a não passar de poucos segundos a separá-los. Peres conseguiu levar a melhor sobre Pascoal e com isso garantir o 4º lugar final, a que corresponde o 2º posto entre os elegíveis para o Campeonato de Ralis do Norte. Pascoal ficou no lugar seguinte cerca de 40 segundos à frente do melhor piloto das duas rodas motrizes do Campeonato Promoção: João Ruivo / António Magalhães no Peugeot 206 GTi. Eduardo Veiga navegado por Justino Reis levaram o espectacular Ford Escort MKII ao triunfo entre os carros de Grupo X duas rodas motrizes. Referencia para o desempenho da dupla André Cabeças / Júlio Sousa que se não fosse um furo, teriam andado perto do pódio no Campeonato Norte.
Depois da enchente de publico que se viu nas duas super-especiais e nos troços, da enchente também na cerimónia de entrega de prémios, a resposta dos espectadores é a melhor prova do valor e atractividade que o rali de Viana do Castelo possui. Para Carlos Guimarães, que assumiu a direcção da prova, “tivemos um rali concorrido, disputado e em que o esquema montado funcionou na perfeição. Até a segurança da prova foi posta à prova, e apesar de não ter passado de um susto para a equipa acidentada, o sistema de segurança respondeu de forma adequada. Existiram problemas que tivemos de resolver, e mesmo depois do rali terminar na estrada eles foram resolvidos para honrar a verdade desportiva. Não podia deixar de agradecer o apoio da autarquia de Viana do Castelo, bem como de todos os vianenses que colaboraram com a organização e contribuíram para um grande rali que foi esta terceira edição da prova.”

CLASSIFICAÇÃO FINAL:
1º José Pedro Fontes / Inês Ponte - Porsche 997 GT3 – 32m05,5s
2º Amador Vidal / Francisco Lema – VW Polo R - a 46,3s
3º João Traila / Duarte Sabino – Mitsubishi Lancer Evo VIII – a 53,4s
4º Fernando Peres / José Pedro Silva – Mitsubishi Lancer Evo VIII – a 58,8s
5º Vítor Pascoal / Luís Ramalho – Mitsubishi Lancer Evo VII – a 1m05,7s
6º João Ruivo António Magalhães – Peugeot 206 GTi – a 1m47,9s
7º Luís Mota / Alexandre Ramos – Mitsubishi Lancer Evo IV – a 1m51,6s
8º Joaquim Alves / Pedro Alves – Renault Clio R3 – a 2m05,4s
9º Eduardo Veiga / Justino Reis – Ford Escort MKII X – a 2m10,1s
10º Elias Barros / António Costa – Ford Fiesta R5 – a 2m12,8s
(...)
Classificaram-se mais 22 equipas. Ver classificação completa aqui

Sem comentários:

Enviar um comentário