Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

domingo, 22 de junho de 2014

"FAST FREDDY" VENCE PELA 9ª VEZ EM YPRES

foto FIA ERC
O Europeu de Ralis teve em Ypres, na Bélgica, a sua 6ª prova do ano. Com uma excelente lista de inscritos à partida, não era tarefa fácil avançar com prognósticos quanto ao vencedor.

O holandês Kevin Abbring, ao volante de um Peugeot 208 16 oficial impunha-se logo no início da prova e com um andamento muito forte vencia 6 das 7 classificativas que compunham a primeira etapa.
Freddy Loix, a tripular um Skoda Fabia S2000 seguia na segunda posição, tendo vencido um troço na etapa e controlando o andamento do seu mais directo presseguidor, o finlandês Esapekka Lappi, também ao volante de um Skoda.
foto FIA ERC
A segunda e mais longa etapa (com 13 classificativas para disputar) ficava marcada pelos abandonos. Kevin Abbring, líder incontestado até então, desistia na pec 13 com problemas mecânicos no seu Peugeot, tendo o seu colega de equipa Craig Breen sofrido o mesmo destino quando seguia um pouco mais atrasado na classificação, depois de ter furado no primeiro dia. Também fora de prova ficava Esapekka Lappi ao não evitar uma aparatosa saída de estrada.
foto FIA ERC
Com todas estas incidências, foi Freddy Loix a passar para a liderança do rali seguido pelo seu compatriota Cedric Cherain, a efectuar uma prova de excelente nível com o seu Ford Fiesta R5. O terceiro classificado era agora o alemão Sepp Wiegand, o melhor representante da Skoda, sendo estas as poições que se iriam manter no top 3 até ao final da prova, dando a vitória ao piloto da casa que vence o Rali de Ypres pela 9ª vez na sua carreira.
A prova belga contou também com as participações lusas de Bruno Magalhães e Renato Pita, embora as equipas terminassem o rali com sortes distintas. Bruno Magalhães, navegado por Carlos Magalhães, foi o grande azarado do rali. Durante o shakedown foi detectado um grave problema no motor do seu Peugeot 207 S2000 deixando o ex-campeão nacional de ralis fora da prova mesmo antes desta ter início.
foto Facebook Renato Pita Motorsport & Eventos
Por seu lado Renato Pita e Hugo Magalhães levaram o seu Peugeot 208 R2 ao final, numa prova que serviu sobretudo para evoluir, como comprovam as melhorias nos tempos conseguidos. Pita e Magalhães terminaram na 33ª posição da geral, sendo os 16ºs entre os carros de duas rodas motrizes.
O Europeu de Ralis regressa ao activo no próximo mês com o Rali da Estónia, que se realiza de 17 a 19 de Julho.
CLASSIFICAÇÃO FINAL:
Clique na imagem para aceder às classificações completas

Sem comentários:

Enviar um comentário