Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Mais uma prova azarada para a equipa AMAzing Team no Rali Vidreiro

A equipa AMAzing Team apresentou-se à partida de mais uma prova do Campeonato Portugal de Ralis, no Rali Vidreiro de 2013, 3ª prova pontuável para o campeonato. Os objetivos para este rali eram bem definidos e passavam em acabar a prova com a melhor classificação possível, ganhar mais experiência, mas acima de tudo, divulgar mais uma vez o objetivo principal que consiste na angariação de fundos para a construção de um edifício multi-funcional para a AMA – Associação Amigos do Autismo.
A preparação do rali correu muito bem, com testes efetuados na zona da mata de Leiria, e onde tudo indicava para um rali sem problemas. Ainda no dia sexta, a equipa efetuou um co-drive com alguns jovens com autismo da APPDA-Leiria junto ao parque de assistência, permitindo que estes jovens sentissem a adrenalina de andar num carro de rali. Chegado o dia do rali, o sentimento de que tudo iria correr bem, facto que não se verificou logo após o início da 2ª especial cronometrada. “A 1ª especial foi realizada com calma. Ainda íamos a sentir o carro e como estava o seu comportamento, mas nada de anormal se fazia notar.  No entanto, logo no início da 2ª especial, sem que nada o fizesse prever, o carro desligou-se e nunca mais pegou. Depois de em Guimarães termos desistido por avaria mecânica, pois o motor cedeu, desta feita um problema com o sensor da cambota esteve na origem da nossa desistência. Foi uma pena mais uma vez abandonarmos e de novo no inicio do rali, mas realço a experiência que proporcionamos aos jovens com autismo da APPDA-Leiria durante o dia de sexta”, refere o piloto Marco Reis.
Para o navegador, Rui Raimundo Jr, a maré de azar não quer largar a equipa, “depois de em Guimarães termos desistido, para o Rali Vidreiro o carro sofreu uma profunda revisão. E nada nos fazia prever que o azar bateria à porta de novo. Ao que tudo indica, um problema eléctrico fez-nos mais uma vez desistir. Não podemos baixar os braços, e apesar de algo desanimados temos de pensar que o nosso objetivo de campeonato tem de continuar a ser divulgado nas restantes provas.”
A equipa apoiada pela Optimus, Cepsa, AMAzing – Publicidade e Comunicação, YZYCAR, Auto-Rabal, Raifama Automóveis, Overstep, Heads Motorsport e Monteiro’s Competições continuará a sua missão neste Campeonato Portugal de Ralis, estando presentes na próxima ronda, no Rali de Mortágua.

Sem comentários:

Enviar um comentário