Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

terça-feira, 11 de junho de 2013

ANDRÉ MARTINS NO RALI VIDREIRO: DEMASIADO CURTO

Partindo para a edição 2013 do Rallye Vidreiro com excelentes expectativas na obtenção de um bom resultado a dupla André Martins e Ricardo Torres viu a sua prova terminar cedo demais, caindo assim por terra as esperanças de um bom resultado.
Tendo preparado a prova com bastante afinco, André Martins e Ricardo Torres sentiram uma enorme desilusão quando no inicio da primeira especial, Carnide, o diferencial frontal do Mitsubishi Lancer Evo VII cedeu, sendo a equipa forçada e por fim à sua prova mesmo antes de fazer qualquer km competitivo.
Como adiantou o piloto de Vila Real, “tínhamos feito um excelente trabalho de preparação e partia-mos com boas expetativas, pensando que poderíamos sair daqui com um bom resultado, tanto no Open como no Trofeu Rallycar. No entanto nada disso foi possível, o diferencial cedeu logo na partida primeira especial e a nossa prova ficou por ali. Não há muito a contar, os ralis são mesmo assim, desta vez foi demasiado curto”.
Apesar deste percalço os objetivos da equipa mantem-se intactos, “não vamos baixar os braços, porque nada está perdido. Este foi apenas um momento menos bom e vamos com certeza estar no nosso melhor na próxima prova, pois quando fazemos o que gostamos não há espaço para a desmotivação”.
Também Ricardo Torres alinha pelo mesmo discurso, “foi de facto frustrante, mas já passou. Agora vamos tratar do Mitsubishi para que já daqui a 3 semanas tudo esteja perfeito e possamos lutar por mais um bom resultado, desta vez em pisos de terra e num rali tão especial como é o Rali de Oliveira do Hospital”.
A equipa agradece a todos os que demonstraram o seu apoio neste Rallye Vidreiro e a todos aqueles que depois do azar se tentaram inteirar sobre o que se havia passado com equipa, prometendo estar de volta com todo o entusiasmo vontade de fazer um grande rali já em Oliveira do Hospital.
André Martins e Ricardo Torres dispõe agora de cerca 3 semanas para reparar e preparar o Mitsubishi Lancer Evo VII para os pisos de terra da região de Oliveira do Hospital.

Sem comentários:

Enviar um comentário