Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

domingo, 9 de novembro de 2014

STEPHANE SARRAZIN VENCE ULTIMA DO EUROPEU; LAPPI CAMPEÃO

foto FIA ERC
A ultima ronda do Campeonato da Europa de Ralis disputou-se nos fantásticos troços da ilha da Córsega. Conhecido como o rali das 1000 curvas, o Tour de Corse 2014 era a prova que iria decidir o título da temporada, disputado entre os pilotos da Skoda Esapekka Lappi e Sepp Wiegand, mas quis o destino que fosse o finlandês a festejar mesmo antes do rali ter início.

foto Best-Of-RallyLive
Durante os testes de preparação, Sepp Wiegand viu o seu Skoda Fabia S2000 ser totalmente consumido pelas chamas o que impossibilitou a sua participação na prova, dando automaticamente o campeonato ao jovem piloto finlandês.
O rali começou com uma luta a dois pela liderança. Bryan Bouffier e Stephane Sarrazin, ambos ao volante de Ford Fiesta RRC travaram uma interessante batalha pelo 1º lugar ao longo da etapa de abertura e se Sarrazin perdeu algum tempo quando apanhou uma vaca em plena classificativa, Bouffier perdia também preciosos segundos devido a um furo. desta forma seria Sarrazin a terminar o dia na frente da prova, seguido de Bouffier, enquanto mais atrás vinham Kevin Abbring (Peugeot 208 T16), Eric Camilli (Peugeot 207 S2000) e Romain Dumas (Porsche 997 GT3).
foto FIA ERC
Bruno Magalhães, a fazer a sua estreia na Córsega, reconheceu as dificuldades da prova não indo além do 7º posto. Pior esteve o novo campeão europeu. Esapekka Lappi não evitou uma saída de estrada que o colocou muito cedo fora de prova.
A 2ª etapa não teve grande história. Stephane Sarrazin controlou o primeiro lugar sendo o mais eficaz na escolha de pneus vencendo 4 das 5 classificativas do dia e chegando ao final do rali com uma saborosa vitória neste seu regresso às competições de estrada.
foto FIA ERC
Bryan Bouffier terminou no segundo lugar apesar de ainda ter sofrido uma saída de estrada já perto do final. O piloto francês terminou a 18,9 segundos do vencedor.
a terceira posição ficou na posse do melhor dos Peugeot oficiais. Kevin Abbring optou por segurar o lugar em vez de atacar, terminando o ano com um merecido pódio, depois de uma temporada muito difícil em que a sua rapidez foi constantemente travada pela pouca fiabilidade do Peugeot 208.
Bruno Magalhães terminou o rali no 6º lugar, atrás de Romain Dumas. O piloto português mostrava-se satisfeito com o resultado já que esta prova é muito complicada pela extrema dificuldade que os troços colocam aos pilotos, principalmente aos estreantes.
No Campeonato Junior, o Tour de Corse foi ganho por Andrea Crugnola, mas Stephane Lefebvre foi coroado campeão e estará em 2015 aos comandos de um R5 no Europeu.

Sem comentários:

Enviar um comentário