Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

segunda-feira, 18 de maio de 2015

JOAQUIM TEIXEIRA PERTO DO PÓDIO NA FALPERRA

É a grande festa da Montanha em Portugal e para Joaquim Teixeira a Rampa Internacional da Falperra também serviu para conhecer melhor o Porsche 911. Quarto lugar na Categoria 2 foi um resultado realista.

Depois de quatro anos ao volante de carros de tracção dianteira no Campeonato Nacional de Montanha, Joaquim Teixeira estreou-se este ano ao volante de um Porsche 911 GT4, um novo desafio para um dos mais respeitados pilotos de rampas em Portugal. A Rampa da Falperra foi apenas a segunda experiência de Joaquim Teixeira com o carro alemão e o quarto lugar final na Categoria 2, só atrás de carros bem mais recentes e competitivos foi o melhor resultado possível. 
“Por um lado fiquei satisfeito com a nossa prova atendendo ao nível dos meus adversários, sobretudo os dois primeiros da categoria na Falperra que dispunham de carros de outra galáxia. Mas por outro lado senti que podia ter feito ainda melhor porque a cada subida ia aprendendo cada vez mais o carro e no final senti que já começava a ter mais confiança no GT4. As primeiras quatro provas servem para conhecer o carro mas na Falperra o Porsche não estava nas melhores condições. Primeiro tivemos de refazer os alinhamentos, e depois na 2º subida de prova o motor falhava. Só na última subida tivemos o carro em boas condições”, revelou Joaquim Teixeira.
Apesar de existirem outros Porsche a competir na Falperra, o piloto do 911 esclarece que “o público muitas vezes pensa que como são todos Porsche devem ser todos iguais mas o meu carro é um GT4, os outros são GT3. Este é um carro derivado de série e está quase todo original. Tem caixa manual enquanto os outros têm caixa sequencial, tem mais cerca de 150 a 200 kg do que os outros, e tem menos 60 a 100 cv. Mas como não sou dos que desistem, prometo que irei lutar até ao fim pelo melhor resultado possível na categoria e no grupo”, referiu o piloto de Murça.
“Participar na Falperra é sempre um momento especial, sobretudo pela quantidade de público e pela envolvência que há em torno dos pilotos. A organização também é das melhores deste campeonato porque não é fácil que tudo corra bem e que se cumpram os horários com mais de 140 carros em prova”, concluiu.
A terceira prova do Campeonato Nacional de Montanha será a Rampa Serra da Estrela / Covilhã, disputada a 6 e 7 de Junho.

Sem comentários:

Enviar um comentário