Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

terça-feira, 5 de maio de 2015

47º RALLICROSS DE MAÇÃO: RESULTADOS DO FIM DE SEMANA


RESUMO DE DOMINGO

Finais
SUPER BUGGY – António Santos (Toniauto TNTT) é o primeiro
António Santos (Toniauto TNTT) venceu a primeira final do programa do Ralicross Vila de Mação quebrando a invencibilidade de Luís Santos (Toniauto TNTT), vencedor das três corridas de qualificação, que desistiu a duas voltas do fim.
Nelson Barata (Atmos Shark) e Jorge Fonseca (Atnos Storm) completaram o pódio, com Manuel Guerreiro (Atmos Strong) a ser o quarto piloto a completar a corrida.

INICIADOS – Santinho Mendes (Peugeot 205) desfaz igualdade
Santinho Mendes (Peugeot 205) desempatou a seu favor a igualdade em número de triunfos, que partilhava com Leandro Macedo (VW Polo) e José Eduardo Rodrigues (Toyota Starlet), nos Iniciados.
Contra o que seria de esperar, pelo sucedido antes, a vitória do piloto de Abrantes foi clara, como o demonstram os mais de 10 segundos de avanço sobre Leandro Macedo (VW Polo), segundo, que conserva o comando do respectivo campeonato, com Francisco Silva (Citroen AX GTi) a completar o pódio.

SUPER NACIONAL – Tiago Martins (VW Golf) vence
Embalado pela vitória na terceira corrida de qualificação Tiago Martins (VW Polo) ganhou a corrida pontuável para a Categoria Super Nacional, à frente de João Oliveira (Peugeot 206) e de José Fábrica (Peugeot 205 GTi).
Diferenças substanciais entre os pilotos, com Tiago Martins a bater João Oliveira por quase 10 s., diferença de tempo semelhante aquela que separou o segundo do terceiro classificado, com João Oliveira a ascender ao comando do campeonato.

SUPER 1600/SUPER 2000 – Bruno Gonçalves (Citroen Saxo Kit Car) vence
Bruno Gonçalves (Citroen Saxo Kit Car) esteve imparável e venceu todas as corridas (três de qualificação e a final) da Categoria S1600, ao suplantar Hugo Lopes, cujo Citroen Saxo Kit Car ainda apresentava algumas mazelas do capotanço da manhã, por pouco mais de dois segundos, com Pedro Ribeiro (Peugeot 206) a completar o pódio, terminando bem a jornada; recorde-se que ontem não era claro se o Peugeot ficaria pronto após terminar de rodas para o ar.
Tiago Alexandre (Peugeot 306), o único inscrito entre os S2000, não participou na prova, o que reduziu a quatro o número de carros em pista.

KARTCROSS – Luís Almeida (Semog Bravo KC) quarto vencedor
As quatro corridas de Kartcross tiveram outros tantos vencedores, com Luís Almeida (Semog Bravo KC) a ganhar a final, ao bater Jorge Francisco (Semog Bravo) e Luís Oliveira (Semog 600), um dos outros vencedores.
Pedro Rosário (Semog Bravo ER), que tinha vencido a primeira corrida, apenas completou uma volta e um toque pô-lo fora de combate. Paulo Ferreira (Semog SKC), que tinha triunfado na segunda, terminou em setimo, atrás de Alexandre Durão (Semog 600), que tinha sido penalizado por falsa partida.

SUPER NACIONAL 4WD/SUPERCARS – Domínio de Mário Barbosa (Citroen DS3)
A exemplo do Bruno Gonçalves, Mário Barbosa (Citroen DS3) somou vitórias atrás de vitórias, com a da final a ser alcançada diante de Carlos Fernandes (Toyota Celica GT4), dominador nos Super Nacional 4WD, e de Ana Matos, com Dani Moreau (Renault Clio), a ficar de fora, em consequência dos problemas que o impediram de alinhar na terceira corrida de qualificação.

3ª Corrida
SUPER BUGGY
Luís Santos (Toniauto TNTT) manteve a invencibilidade nos Super Buggy ao vencer a terceira corrida à frente de António Santos (Toniauto TNTT) e de Nelson Barata (Atmos Shark), e assegurou a “pole position” para a final e vai ter como parceiros na primeira linha, aqueles que o secundaram na terceira corrida.

INICIADOS
Leandro Macedo (VW Polo) foi o terceiro vencedor nos Iniciados, juntando-se a José Eduardo Rodrigues (Toyota Starlet) e Santinho Mendes (Peugeot 205) vencedor das duas primeiras.
Como consequência dos resultados verificados, Leandro Macedo, Santinho Mendes e José Eduardo Rodrigues vão partilhar a primeira linha da grelha, na final, à frente de Francisco Silva (Citroen AX GTi) e Andreia Sousa (Toyota Starlet).

SUPER NACIONAL
João Oliveira (Peugeot 206) e Tiago Martins (VW Golf) venceram as duas derradeiras corridas da Super Nacional, com o primeiro a assegurar a primeira posição da grelha para a final onde terá ao seu lado Tiago Martins e Tiago Seguro (Peugeot 306).
Face aos resultados verificados Bernardo Maia (Citroen AX), José Fábrica (Peugeot 205 GTi), José Sousa Peugeot (306), Magda Oliveira (Toyota Yaris) e Admar Pereira (Renault Mégame) completam o lote de participantes na Final A.

SUPER 1600/SUPER 2000
Bruno Gonçalves (Citroen Saxo Kit Car) venceu as três corridas dos S1600 e parte para a final da primeira posição da grelha. Pedro Almeida (Peugeot 206) e Pedro Ribeiro (Peugeot 206) partem a seu lado e vão procurar pôr em causa a superioridade do piloto do Citroen Saxo.

KARTCROSS
Luís Oliveira (Semog 600) juntou-se a Paulo Ferreira (Semog SKC) vencedor da segunda corrida, e a Pedro Rosário (Semog Bravo ER), que ganhou a primeira, no lote dos vencedores, mas a “pole” é para Pedro Rosário à frente de Alexandre Durão (Semog 600) e de José Mota (Semog Bravo)..

SUPER NACIONAL 4WD/SUPERCARS
Mário Barbosa (Citroen DS3) averbou a terceira vitória e garantiu a “pole” para a final, com Carlos Fernandes (Toyota Celica GT4), que continua imparável entre os Super Cars, a averbar o segundo tempo à frente de Ana Matos (Peugeot 206 WRC), com Dani Moreau (Renault Clio), segundo nas duas primeiras corridas, a não concluir a terceira e a cair para a quarta posição na grelha de partida.

2ª Corrida
SUPER BUGGY
Vencedor da corrida inaugural, Luís Santos (Toniauto TNTT) repetiu o triunfo na segunda, desta vez, à frente de António Santos (Toniauto TNTT) e de Manuel Guerreiro (Atmos Strong), com António Santos a ascender ao segundo lugar, no conjunto das duas corridas.
Nelson Barata (Atmos Shark) e Jorge Fonseca (Atmos Storm), que tinham sido segundo e terceiro, respectivamente, na primeira corrida, não foram além do quinto e do quarto lugar na segunda e partem para a terceira empatados (sete pontos) no terceiro lugar.

INICIADOS
Batido, ontem, na primeira corrida, por José Eduardo Rodrigues (Toyota Starlet),Santinho Mendes (Peugeot 205) impôs-se na segunda, à frente de Leandro Macedo (VW Polo) e do piloto do Toyota, situação que os coloca em igualdade pontual para a terceira corrida.

SUPER NACIONAL
João Oliveira (Peugeot 206) venceu a primeira corrida da Categoria Super Nacional, à frente de Tiago Seguro (Peugeot 306), vencedor de uma das corridas de ontem, e de José Sousa (Peugeot 306), enquanto, na segunda, Tiago Martins (VW Golf) assegurou o triunfo, diante de José Fábrica (Peugeot 205 GTi), vencedor da outra corrida de ontem, e de Bernardo Maia (Citroen AX).
Como consequência dos resultados verificados, João Oliveira, Tiago Seguro e José Fábrica têm os mesmos três pontos, menos um que Tiago Martins, à partida para a terceira corrida.

SUPER 1600/SUPER 2000
Bruno Gonçalves (Citroen Saxo Kit Car) continua imbatível entre os S1600, somando vitorias em todas as corridas efectuadas, com Pedro Ribeiro (Peugeot 206) e Pedro Almeida (Peugeot 206) a ocuparem, desta feita, as posições seguintes, enquanto Tiago Alexandre (Peugeot 306) no único S2000 presente, que tinha sido segundo na primeira corrida, não passou da primeira volta, e Hugo Lopes (Citroen Saxo Kit Car) também ficou pelo caminho, em consequência de uma saída de pista em que capotou.

KARTCROSS
Paulo Ferreira (Semog SKC) venceu a segunda corrida, à frente de Alexandre Durão (Semog 600) e de José Mota (Semog Bravo), com Pedro Rosário (Semog Bravo ER), vencedor da primeira corrida, e Nuno Bastos (ASK EVO 2011) segundo nessa altura, a dividirem com Alexandre Durão (Semog 600) o comando pontual entre os Kartcross.

SUPER NACIONAL 4WD/SUPERCARS 
Mário Barbosa (Citroen DS3) e Dany Moreau (Renault Clio) repetiram as duas primeiras posições da corrida inaugural mas, desta vez, Ana Matos (Peugeot 206 WRC9 assegurou o terceiro lugar à frente de Carlos Fernandes (Toyota Celica GT4), que voltou a ser o mais rápido dos Super Cars.
Como consequência, Mário Barbosa e Dany Moreau estão nas duas primeiras posições, com Ana Matos e Carlos Fernandes empatados em terceiro.

RESUMO DE SÁBADO

SUPER BUGGY
Coube aos sete inscritos na categoria Super Buggy abrir as hostilidades no traçado de Mação, palco da segunda jornada do Campeonato Nacional de Ralicross. 
Luís Santos (Toniauto TNTT) foi o mais rápido impondo-se por 0,021 s. aAntónio Santos (Toniauto TNTT), com Ludgero Santos (Toniauto TNTT) a ser o terceiro piloto a ficar a menos de um segundo do autor do melhor tempo. 

INICIADOS
José Eduardo Rodrigues (Toyota Starlet) impôs-se de forma clara à concorrência, entre os Iniciados, como o demonstra o facto de ter suplantado o seu mais directo perseguidor, Santinho Mendes (Peugeot 205), por quase meio segundo (0,474 s.) Leandro Macedo (VW Polo) assegurou o terceiro tempo dos treinos ao bater Francisco Silva (Citroen AX GTI) por 0,036 s. 

SUPER NACIONAL 
Quatro pilotos couberam num segundo nos treinos cronometrados da Categoria SuperNacional, com José Fábrica (Peugeot 205 GTi) a registar o melhor tempo impondo-se a Tiago Seguro (Peugeot 306), Bernardo Maia (Citroen AX) e Tiago Martins (VW Golf) que foram aqueles que mais se aproximaram do autor do melhor tempo. 

SUPER 1600/SUPER 2000 
O facto de só haver um inscrito na Categoria S2000, Tiago Alexandre (Peugeot 306), fez com que houvesse uma junção Categoria 1600, com Tiago Alexandre, apesar de ter, do ponto de vista teórico, um carro mais competitivo do que os dos seus adversários, a ser batido por Bruno Gonçalves (Citroen Saxo Kit Car) e Pedro Ribeiro (Peugeot 206), sendo de assinalar que os cinco concorrentes couberam num segundo. 

KARTCROSS
Os pequenos kartcross animaram o traçado de Mação, com Pedro Rosário (Semog Bravo ER) a averbar o melhor tempo, ao ser 0,53 s. mais rápido do que Nuno Bastos (ASK EVO 2011), com seis dos 13 pilotos presentes a caberem num segundo, o que traduz o equilíbrio de andamento existente na categoria, que é a que mais pilotos envolve no ralicross. 

SUPER NACIONAL 4WD/SUPER CARS
A exemplo do que sucedeu com os S2000 e os S1600, também as categorias Super Nacional e Super Cars, a primeira com dois participantes e a segunda com quatro, foram agregadas, com Mário Barbosa (Citroen DS3) a ser o mais rápido ao suplantar por quase um segundo (0,729 s.) Dany Moreau (Renault Clio). 
Carlos Fernandes (Toyota Celica GT4), terceiro da geral, foi o mais rápido dos pilotos da Categoria Super Nacional, mas já a quatro segundos dos dois homens da frente.

Sem comentários:

Enviar um comentário