Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

quarta-feira, 22 de março de 2017

RALI DE GONDOMAR: UMA VITÓRIA DE PERSEVERANÇA

O piloto Moisés Teixeira alinhou com o seu Peugeot 206 GTI, na 12ª edição do Rali Cidade de Gondomar, fazendo dupla com o seu habitual navegador Serafim Carvalho. O rali teve o seu início, sexta-feira dia 17, com a Super Especial nocturna realizada na cidade de Gondomar, tendo a mesma atraído centenas de adeptos espalhados ao longo dos 1,6 km do traçado desenhado pelo clube organizador, GAS – Gondomar Automóvel Sport. A prova continuou durante todo o dia 18, sábado, com dupla passagem pelas PECs de Melres e Covelo, sendo a PEC de Medas repetida por 3 ocasiões. Um dia quente e que se revelou um verdadeiro desafio para pilotos e máquinas. 

Numa edição marcada por um elevado número de desistências, Moisés Teixeira acredita que o excelente resultado conseguido, foi precisamente fruto de uma aposta na resistência em detrimento de um rali puramente dedicado à rapidez: “Um rali feito com mais "cabeça" do que coração, levou-nos ao 1° lugar entre os inscritos no grupo P1-2, a um 3° lugar no Campeonato Regional de Ralis Norte, e um honroso 10° lugar à geral. Num rali cheio de imprevistos e adversidades, desde cedo tivemos que estabelecer como objetivo terminar, e a recompensa chegou da melhor forma! Acima de tudo foi uma vitória de perseverança!”  
Depois de ter furado no último terço da 2ª especial de classificação da manhã de sábado, Medas 1, a equipa acabou por conseguir ainda trocar o pneu a tempo de se apresentar no arranque de Melres 2, e embora tenha penalizado por controlar fora do tempo, conseguiu o mais importante que era continuar em prova.
“Antes do rali disse que terminar seria uma vitória e que para ganhar era preciso terminar, e essa máxima dos ralis falou mais alto, na "demolidora" 12ª edição do Rali Cidade Gondomar! Sensivelmente a partir de metade da 1ª PEC de sábado, percebi que era impossível terminar o rali se mantivesse o ritmo que estava a procurar impor, e logo aí decidi que ia fazer um rali sem exageros e que permitisse a conquista de pontos importantes para os nossos objetivos no campeonato. Quando furámos pensei que íamos ficar fora de prova, pois já tínhamos escassos minutos para cumprir a ligação e até a simples mudança de pneu foi uma verdadeira batalha contra tudo o que podia correr mal… 
A partir daí não tínhamos dúvidas que era impossível chegar ao tempo que os outros concorrentes tinham feito até então, e fizemos uma aposta na gestão de material para procurar conseguir levar o carro até ao fim. 
Além de termos conseguido cumprir a nossa meta, em termos de resultado final acabámos por beneficiar do infortúnio de outros concorrentes. Mas os ralis são mesmo assim, e desta vez tivemos a estrelinha da sorte do nosso lado! …e depois de tantos azares em ralis anteriores, já era tempo!!!”

No final da 2ª secção, mesmo antes de controlar para a entrada em assistência, surgiu novamente o “fantasma” do abandono, o motor estava a sobreaquecer devido a um problema elétrico no sistema de refrigeração: “Quero deixar um especial agradecimento à Matos Competições que procurou solucionar até ao último minuto os problemas encontrados e que, mesmo sem ter sido possível solucionar tudo a 100% no tempo que dispúnhamos, nos fez acreditar que era possível levar o carro até ao fim, desde que fosse feito o rali com cabeça!
Com este resultado, a equipa encontra-se na frente do grupo P1-2 do Campeonato Regional de Ralis Norte, estando na 4ª posição à geral. A difícil tarefa de defender esta posição terá lugar em Maio no Rali C.A. Amarante.
“Obrigado aos nossos patrocinadores, ROFF e Piscinas Prestígio, este resultado é-lhes dedicado e só possível graças ao apoio que têm dado a este desporto e a este projeto em particular. 
Obrigado a todos que fazem deste o melhor desporto do mundo!”

Sem comentários:

Enviar um comentário