Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

terça-feira, 15 de novembro de 2016

RALI VILA MEDIEVAL DE OURÉM FOI UM SUCESSO

A dupla José Gomes/Nuno Ribeiro, aos comandos de um Citroën Saxo Kit Car, foi a grande vencedora da primeira edição do Rally Vila Medieval de Ourém.

Destaque para  Paulo Ferraz/António Alexandre, de Ourém, em Subaru Impreza, que terminaram o Rally na segunda posição, a apenas a 2 segundos da liderança! O ultimo lugar do pódio foi ocupado por Jacinto Torres e Rui Ribeiro em Mitsubishi  EVO VI.
A outra dupla oureense, constituída por Hélder Salvador/Carlos Santos, venceu na sua categoria, X5, com o Mitsubishi EVO VI, fazendo o melhor tempo na super especial e um grande rali mesmo não conhecendo a máquina que estreou nesta prova com as cores do Sport Lisboa e Benfica.
Devido a um aparatoso acidente que envolveu, na última PEC – Olival, o Citroën AX de Manuel Teixeira/Diana Soares, a última prova especial de classificação foi neutralizada, para grande parte dos concorrentes.
Com uma boa lista de inscritos (45) apenas 25 concorrentes terminaram esta prova apadrinhada por Adruzilio Lopes.

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO ASSUME APOIO AO RALI PARA 2017
Durante dois dias milhares de pessoas afluíram ao concelho de Ourém para assistir ao Rally Vila Medieval de Ourém num evento que superou, a vários níveis, todas as expetativas. No fim da prova, o Presidente Paulo Fonseca congratulou todo o STAFF pela excepcional organização e deixou a certeza de uma segunda edição no próximo ano daquele que foi, sem dúvida, um excelente rally, cheio de emoção e imensamente elogiado essencialmente pelos participantes mas também pelas entidades externas afetas ao mesmo.

No final da prova Ricardo Capitão Presidente do CCR do Olival fazia assim o balanço da 1ª Edição o rali Vila Medieval de Ourem.

Que balanço fazes desta 1ª Edição do Rally Vila Medieval de Ourem ?
RC: Em termos de balanço eu e a minha equipa estamos contentes com o nosso desempenho sabendo que foi uma pressão muito grande porque colocar na estrada um rally não é tarefa fácil. Sabemos que temos algumas arestas a limar pois não estamos à vontade em algumas tarefas do rally, mas vamos melhorar e promover ações de formação com a FPAK afim de estarmos mais preparados para edição de 2017. Confirmou-se que temos condições fabulosas para a realização do rally, quer a nível de espaço organizacional de parque de equipas e as condições envolventes e depois nós ourienses temos uma particularidade de saber receber bem os convidados que neste caso eram os principais protagonistas da festa do rally. No sábado da Super Especial tínhamos planeado ser uma noite fabulosa que acabou por o ser embora a chuva nos retraiu a nós e ao andamento dos pilotos, e foi aqui que mostramos estar no início porque foi tudo muito rápido. No domingo dia de rally foi tudo mais fácil de colocar na estrada, lindo dia de sol e toda a equipa motivada para o teste de rally pois a FPAK estava presente e nós queríamos mostrar que tínhamos o trabalho de casa feito. Penso que conseguimos proporcionar ao muito publico presente quer no sábado quer no domingo momentos fantásticos de rally. A entrega de prémios foi algo lindo com as equipas presentes e muito publico porque merecem.

Foi um rali que colocou á prova toda a estrutura de segurança que respondeu bem, qual o estado de saúde dos membros das equipas que foram transportados ao hospital? 
RC: Sim a segurança desde o primeiro momento que falamos do rally colocamos sempre a  segurança no topo da pirâmide e no dia de domingo foi necessário ativar a segurança da prova pois tivemos um acidente algo aparatoso em que a navegadora Diana  precisou de  ser desencarcerada e os meios foram rápidos e eficazes, e aqui aproveito para agradecer toda a dedicação da Proteção Civil Municipal dos BV de Ourem , BV de Fátima e os BV Caxarias  à GNR e à PSP e aos médicos da prova e aos pronto socorro que estiveram presentes e que no momento certo se ativou o plano de segurança e que na minha opinião nada falhou. Todos os elementos que necessitaram de ajuda médica estão bem. A Diana que necessitou de ser desencarcerada foi para Leiria e ontem ainda foi transferida para o Hospital de Famalicão, tem a perna partida em três lados, mas para já não será operada. Tem a perna engessada e estamos a acompanhar a situação.

Agora é descansar e daqui a algum tempo começar a pensar na edição 2017... : 
RC: Agora até termos tudo arrumado e os nossos compromissos terminados e a situação da Diana resolvida aí sim damos o rally por concluído, assim que este rally esteja resolvido iremos trabalhar para a edição 2017 pois queremos que o nosso rally seja dos primeiros da temporada.

Sem comentários:

Enviar um comentário