Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

domingo, 17 de janeiro de 2016

FOTOGALERIA: PAULO GONÇALVES, RECEBIDO EM APOTEOSE APÓS DAKAR DE EMOÇÕES

Foi perante centenas de amigos, familiares ou simples adeptos que o motard Paulo Gonçalves regressou hoje a Portugal sob fortes aplausos e enorme apoio em sinal de agradecimento, após uma presença no Dakar que levou todo um país a sonhar.
O piloto de 36 anos foi líder da mais dura prova motorizada do mundo durante vários dias tendo ainda sido aclamado de "herói" quando abdicou de lutar pela primeira vitória de um português na grande maratona para prestar auxilio a um adversário.
A edição de 2016 do Rali Dakar acabaria por não terminar de feição para Paulo Gonçalves, que viria a sofrer uma queda que o colocava fora de prova. Pelo caminho, o piloto natural de Esposende havia já superado outras dificuldades.
"As coisas estavam bem encaminhadas. Estive quatro dias na frente, cheguei ao dia de descanso na liderança, mas a queda no primeiro dia da segunda semana de competição e, posteriormente, o problema no motor afastaram-me praticamente da possibilidade de vencer", referia o motard luso à chegada ao aeroporto Francisco Sá Carneiro, adiantando que "Acabei por não poder terminar, mas é bom poder regressar e contar estas histórias e poder, muito em breve, voltar ao trabalho e no próximo ano trazer a alegria que este ano não trouxe."

Sobre a sua calorosa recepção na chegada a Portugal, Paulo Gonçalves salienta regressar com o sentimento de dever cumprido: "Sentiram que dei o meu máximo e não se sentiram desiludidos. Acho que se sentiram orgulhosos de mim e de todos os portugueses. Não houve nenhuma desilusão de entre todos os portugueses que estiveram este ano no Dakar."
Campeão do Mundo de Todo-Terreno e segundo classificado no Rali Dakar do ano passado, Paulo Gonçalves deixou a promessa de trabalhar durante todo este ano para que em 2017 possa estar na máxima força e tentar a tão desejada vitória no Dakar.

*fotos Ricardo Cachadinha





Sem comentários:

Enviar um comentário