Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

FILIPE MADUREIRA REPENSA PRESENÇA NO CNR


Depois de ter planeado participar no Campeonato Nacional de Ralis 2 Litros / 2 Rodas Motrizes, Filipe Madureira não conseguiu reunir as condições necessárias para avançar com o projeto ao volante do Abarth 500.

O antigo campeão nacional de ralis Promoção contava regressar à competição a tempo inteiro em 2016, lutando pelos primeiros lugares no CNR2. Contudo, os pressupostos mínimos que Filipe Madureira colocou no seu projeto não foram atingidos e o piloto entendeu não disputar todo o campeonato.
“No final do ano passado apresentamos um projeto que considerávamos sério e com ambições tanto em termos desportivos como de retorno”, afirmou o piloto de Gondomar. “Só que também estipulei que só voltaria à competição se tivesse condições para evoluir o carro e lutar pelos primeiros lugares. As coisas não evoluíram como pretendíamos e decidimos repensar a época. Cheguei a uma altura na minha vida pessoal e profissional em que só conseguirei estar motivado nos ralis se montar um projeto com todas as condições. Caso contrário, prefiro disputar um ou outro rali mais próximo de casa e correr sem a pressão dos resultados”, concluiu Filipe Madureira.
Recorde-se que em 2015 Filipe Madureira competiu em quatro provas do CNR com o Fiat Punto HGT, tendo Emanuel Gonçalves como navegador. Além disso, também disputou alguns ralis de âmbito regional com o pequeno Nissan Micra navegado pela esposa, Cristina Silva.

Sem comentários:

Enviar um comentário