Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

TROFÉU 500 ABARTH: RUI MEIRELES NO PÓDIO EM VILA REAL

O ditado é bem velho, quem sabe nunca esquece, e isso aplica-se na perfeição a Rui Meireles, que embora  não esteja a participar de forma assídua em provas de automobilismo, no seu esporádico regresso a uma prova, desta feita ao Troféu Abarth, no circuito de Vila Real, o piloto da Régua mostrou o que sabe, o que vale, tendo feito duas corridas soberbas, perante os problemas com que se debateu no decorrer da sessão de treinos livres e cronometrados.

De referir que  Rui Meireles apenas fez um teste no circuito Vasco Sameiro, para ficar a conhecer o comportamento em pista do pequeno Abarth, tendo logo nessa altura feito um crono que lhe garantia uma  posição na frente em termos de grelha de partida, mas a verdade  é que este teste foi importante para Meireles que logo nos acrescentou “vi logo o carro que era, pois nunca tinha corrido com o Abarth 500. Conheço bem a pista de Vila Real, no entanto o tempo que rodei com este carro foi muito importante e fiquei com uma ideia mais exacta do comportamento do pequeno carro em pista”.
Na sessão de treinos livres, Rui Meireles seria o autor do sétimo melhor tempo com 2.31.113, no entanto o piloto da Régua não estava satisfeito, ambicionava mais para a sessão de treinos cronometrados, onde manteria o sétimo melhor crono, correspondente à terceira linha da grelha. De referir que a sessão de treinos cronometrados foi difícil para Meireles, pois o seu carro teve uma série de contratempos técnicos, chegando inclusive a perder uma roda, tendo a equipa de assistência feito tudo para o carro estar pronto para alinhar para a 1ª corrida, objectivo esse plenamente alcançado, onde Rui Meireles, depois dum corrida fabulosa, cortaria a linha de chegada na 5ª posição. Sem nunca baixar os braços, Rui Meireles, atacou a fundo para a segunda corrida, e com isso conseguiu um merecido terceiro lugar e a respectiva ida ao pódio, o culminar de todo um trabalho ao longo dum fim de semana que de fácil nada teve, bem pelo contrário.
Por isso depois da cerimónia do pódio, Rui Meireles falou-nos do fim de semana começando logo por dizer “não foi nada fácil, com aquele problema nos treinos limitou-me um bocado para a primeira corrida, que andei o mais depressa que sabia e o que o carro permitia  e acabei na 5ª posição. Depois para a derradeira corrida, foi o culminar, e cheguei em terceiro, até poderia subir um pouco mais, mas aquele lugar foi o prémio que mereci. Quero dedicar estes resultados á minha família, amigos,  equipa que fez milagres ao longo do fim de semana, e finalmente aos patrocinadores, pois sem eles este projecto não seria concretizado, para todos o meu muito obrigado”.
De referir que Rui Meireles, para a participação na prova do Troféu Abarth 500, teve os apoios de TONI ESTOFOS, AUTO NUNES;  CHAPARIA FERNANDO, LIMONETE-PIZARIA E RESTAURANTE, DOCE FRESCO, ÓTICA SANTOS, M.CUNHA,AUTO FELIZARDO, PASTELARIAS DOCE DOURO, OK PNEUS, ELECTRCIDADE AUTO NELSON MATOS, VINDIMAR, CAFÉ RESTAURANTE STOP, 100 HECTARES, MUNICIPIO PESO DA RÉGUA, i 9 AUTO, CAIXA DE CRÉDITO AGRICOLA, RUSY MODA, RETO AUTOMÓVEIS, SAPATARIAS CINDY, ZÉ DOS FRANGOS, ADEGA SR.VINHA, O CENÁCULO DO LEITÃO, REAL AUTO, HABI PENAGUIÃO, MARRÃO &MARRÃO, JUNTA DE FREGUESIA LOUREIRO e PUBLISERV”.

Sem comentários:

Enviar um comentário