Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

domingo, 2 de agosto de 2015

RALI VINHO MADEIRA: BRUNO MAGALHÃES CHEGA AO TETRA

foto maisralis.com
Bruno Magalhães, navegado por Hugo Magalhães a bordo de um Peugeot 208 T16, venceu ontem o Rali Vinho Madeira. O piloto lisboeta levou a melhor numa luta com os pilotos locais, chegando ao seu quarto triunfo na "Pérola do Atlântico".

foto maisralis.com
A dupla madeirense Alexandre Camacho / Pedro Calado, que se estreava na prova aos comandos de um Citroen DS3 R5 começou por liderar a prova assumindo o comando durante boa parte do rali. No entanto, Camacho viria a sofrer um furo que o arredou da luta pela vitória deixando Miguel Nunes, também ele a estrear-se aos comandos de um Ford Fiesta R5, na frente.
Bruno Magalhães começou o rali menos bem. Alguns problemas electrónicos e um acerto errado no Peugeot nunca permitiram ao piloto rodar próximo dos líderes. No entanto, após corrigi os problemas sentidos, a dupla Magalhães foi progressivamente aproximando-se do primeiro posto, conseguindo superar Nunes.
Este ainda tentou todos os esforços para recuperar a liderança, mas Bruno Magalhães estava apostado em inscrever o seu nome uma vez mais no livro de ouro da prova.
foto maisralis.com
Com as duas primeiras posições definidas, e com o atraso de Alexandre Camacho, José Pedro Fontes terminou no 3º lugar final sendo o piloto do Citroen DS3 "oficial" o vencedor entre os concorrentes do Nacional de Ralis. Com este resultado, Fontes volta ao comando do campeonato quando faltam apenas 2 ralis para o seu término.
Alexandre Camacho, Roberto Consani e João Barros encerraram por esta ordem o top 6 da classificação final.
Destaque pela negativa para os abandonos de Pedro Meireles e Ricardo Moura. Se para o piloto de Guimarães, problemas mecânicos estiveram na origem da desistência, já para Ricardo Moura, o Rali Vinho Madeira volta a ser marcado por um violento despiste que apenas deixou grandes mazelas no seu Ford Fiesta R5.
Nas 2 rodas motrizes, Wilson Aguiar venceu, tirando partido de um competitivo Peugeot 208 R2 e de um melhor conhecimento dos troços. Paulo Neto foi o segundo classificado na frente de Marco Cid, com o piloto do Renault Clio S1600 a sofrer bastantes problemas até terminar. Com este resultado, Paulo Neto aproxima-se perigosamente de Marco Cid relançando a luta pelo campeonato estando ambos separados por apenas 1 ponto de diferença.



Sem comentários:

Enviar um comentário