Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

domingo, 20 de setembro de 2015

RALI DE MORTÁGUA: RESULTADOS E IMAGENS

foto WRCatedral_Fafe
Terminou ontem o Rali de Mortágua, penúltima prova do Campeonato Nacional de Ralis, com a vitória da atual dupla Campeã Pedro Meireles e Mário Castro, ao volante do novíssimo Skoda Fabia R5.
Depois de todos acontecimentos na liderança do rali, Meireles e Castro assumiram o controlo da prova após a PEC 4, terminando-a com a primeira vitória do campeonato. A dupla do Skoda Fabia R5 estava a concretizar os 3º, 4º e 6º tempos conseguiram gerir os 35,2s para Carlos Martins e Daniel Amaral. “Com o objetivo de conhecermos o Skoda e evoluirmos. Esse objetivo foi conseguido e a vitória foi a cereja no topo do bolo”, disse o piloto vimarenense que agora ocupa a quinta posição da classifição do CNR.
José Pedro Fontes e Miguel Ramalho foram os mais “azarados” nesta prova que, apesar das nas três PECs e dos 15s de vantagem conseguidos, não evitaram uma paragem (para trocar uma roda no início da PEC) e seguidamente, na ligação para o 5º troço, capotaram o DS3. “Obviamente desapontado com este desfecho, mas a verdade é que continuamos na frente do campeonato e mantendo todas as hipóteses de conquistar o título”, afirmou Fontes.
Ricardo Moura e António Costa (segundo classificado do CNR e ainda na luta pelo título), ao volante do habitual Ford Fiesta R5, conseguiram o último lugar no pódio. Este resultado poderia ter sido diferente, se a equipa não tivesse perdido tempo, envolvida no pó de Fontes: “A segunda passagem pela Aguieira foi talvez o momento chave deste rali. No pó de José Pedro Fontes, que seguia lento à nossa frente, tivemos de parar inúmera vezes tal a falta de visibilidade. Perdemos mais de um minuto, e perdemos aí qualquer hipótese de lutar pela vitória. Tendo em conta a diferença de 35s para o primeiro classificado é justo dizer que tínhamos tudo para ganhar o rali após o atraso de Fontes”, disse Moura.
Destaque também para a breve proximidade de João Barros e Jorge Henriques, após o abandono de Fontes chegaram à segunda posição da geral (após a PEC 4) apenas por 9,5s de Meireles. A dupla estava bastante empenhada, numa tentativa de repetição da edição anterior, mas a temperatura do Fiesta R5 causou o abandono já na PEC 5.
Fica assim adiado o fim da luta pelo título, sendo ainda possível que Ricardo Moura vença no Algarve.
*fonte FaFeRaLIY.net


Sem comentários:

Enviar um comentário