Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

segunda-feira, 28 de abril de 2014

TIAGO REIS COM ARRANQUE INFELIZ EM GUIMARÃES

Durou pouco a estreia do campeão nacional de Montanha com o espectacular Ford Fiesta RS Cosworth. Um problema na caixa de velocidades obrigou Tiago Reis a desistir ainda na segunda subida de treinos, mas o piloto de Famalicão não baixa os braços e pôde sentir o carinho do público na Rampa da Penha.
Tiago Reis e o Ford Fiesta RS Cosworth eram uma das atracções da prova inaugural do Campeonato de Portugal de Montanha, em Guimarães. Na primeira subida de treinos, o atual campeão nacional absoluto comprovou o potencial do carro adquirido na Eslováquia mas na subida seguinte a caixa de velocidades cedeu de forma inesperada: “Numa passagem de segunda para terceira velocidade a caixa ficou encravada e não foi possível continuar em prova. Na altura foi uma grande desilusão porque trabalhámos imenso durante os últimos meses, mas as corridas são mesmo assim. Amanhã vamos abrir a caixa e perceber o que se passou e só espero conseguir ter o carro pronto para a Rampa da Falperra”, referiu Tiago Reis. 
Apesar do azar, o piloto do Team Transfradelos sentiu que a sua opção para 2014 foi validada pelo público das Rampas: “No ano passado ganhei corridas e fui campeão com o Norma e nunca tivemos tanta gente à nossa volta como com o Fiesta. Acho que é importante termos carros destes em Portugal, que chamam o público às provas. Veja-se os caso do Audi de DTM que correu na Falperra ou o BMW do (Georg) Plaza. São carros diferentes, que trazem emoção. Foi isso que procurei com o Fiesta e acho que a aposta foi ganha”. 
Apesar da discutível decisão da FPAK em incluir o Fiesta RS Cosworth (uma viatura do grupo FIA E1 sem ficha de homologação) na Categoria 3 em vez da Categoria 1 – algo que impede Tiago Reis de pontuar à geral e, portanto, de defender o seu título -, o piloto de Famalicão faz parte de um grupo de concorrentes que vai demonstrar o seu desagrado formalmente à entidade federativa, fazendo depender da eventual resposta a continuidade ou não no campeonato após a próxima prova.

Sem comentários:

Enviar um comentário