Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

domingo, 8 de dezembro de 2013

5º CAM RALI FESTIVAL EM RESCALDO

Foi com casa cheia que o Clube Automóvel do Minho foi brindado nesta 5ª edição do CAM Rali Festival. A prova que muitos já apelidam de "Monza Rally Show" português tinha vários atractivos, desde a decisão dos títulos no Regional Norte, passando pela presença de inúmeras máquinas e pilotos de reconhecida qualidade, bem como a estreia em competição do Ford Fiesta R5 de João Barros.
JOSÉ MACHADO VENCE NO REGIONAL, MOURA E COSTA FESTEJAM TÍTULOS

Com uma pequena lista de participantes, a última ronda do Regional Norte seria decisiva na atribuição dos títulos de duas e quatro rodas motrizes.
José Machado, ao volante do Citroen Saxo que lhe deu o título nacional júnior rodou consistentemente rápido e desde início instalou-se no comando. Acompanhado por Ricardo Faria, o jovem piloto amealhou logo na pec inaugural uma confortável vantagem sobre Ruben Moura e Bruno Costa e nem o forcing do piloto de Famalicão durante as três classificativas seguintes foi suficiente para roubar uma saborosa vitória ao piloto de Mondim de Basto.
Por seu lado, Ruben Moura estava concentrado na luta pelo campeonato de duas rodas motrizes e preocupou-se em rodar de forma segura. Esta prestação valeu a Moura o segundo lugar final, resultado que o consagra como Campeão Regional Norte de Ralis - 2 Rodas Motrizes.
O último lugar do pódio ficou para Bruno Costa que acusou nervosismo na primeira pec mas a apenas 2 pontos do título entre os 4x4, o piloto da Macominho correu atrás do prejuízo e pode no final festejar a vitória no campeonato.
RALISPRINT DISCUTIDO AO SEGUNDO

Com uma recheada lista de participantes, o principal foco de interesse residia nas duas equipas favoritas à vitória. Sérgio Vallejo regressava à pista bracarense com um historial de vitórias nesta prova enquanto João Barros se fazia valer do seu novíssimo Ford Fiesta R5 a fazer a estreia em competição.
Vallejo entra mais forte vencendo a primeira de quatro classificativas enquanto João Barros fica com o segundo melhor registo a somente 1,6 segundos. Hélder Silva leva o seu competitivo BMW ao 3º melhor tempo na frente do consagrado Manuel Senra, a bordo do seu habitual Peugeot 306 Maxi.
Nas duas classificativas seguintes João Barros parte ao ataque e consegue chegar à liderança da prova com 2,7 segundos de vantagem sobre Vallejo. Hélder Silva mantinha o 3º lugar mas tinha agora atrás de si um piloto em crescendo, Gonçalo Manahu, que revelou alguma dificuldade em adaptar o seu Porsche ao traçado de rali.
Restava a ultima classificativa e Vallejo parecia decidido a recuperar a vitória, vencendo a pec. Porém, João Barros não baixava os braços e colocava nesta pec o seu Fiesta R5 a 0,3 segundos, resultado que seria suficiente para o piloto da Fibromade festejar a sua primeira vitória ao volante do carro inglês.
Sérgio Vallejo terminava assim na 2ª posição final seguido por outro Porsche o de Gonçalo Manahu que conseguia ascender ao último lugar do pódio deixando Hélder Silva na quarta posição final. 

Sem comentários:

Enviar um comentário