Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

quinta-feira, 25 de abril de 2013

BERNARDO SOUSA COM RÁPIDA ADAPTAÇÃO AO FIESTA RRC


No final do primeiro dia do SATA Rallye dos Açores, Bernardo Sousa e Hugo Magalhães colocaram o Ford Fiesta RRC, carro que estrearam nesta prova, no quinto lugar da classificação geral absoluta, a 13,6 segundos atrás do actual líder, o polaco Robert Kubica.
Com o mau tempo a marcar presença na prova insular que pontua para o Europeu de Ralis da FIA, a etapa de hoje acabou por ser encurtada pela organização e integra a etapa de amanhã, mantendo-se a ordem de partida utilizada no dia de hoje.
Com poucos quilómetros realizados e com os cinco primeiros tão próximos, tudo está em aberto numa prova tão longa e exigente como é este rali dos Açores, sendo que o principal ponto a reter no dia será a rápida habituação demonstrada por Bernardo ao seu novo carro.
Segundo o piloto Madeirense “este carro é uma verdadeira evolução relativamente aos S2000, e a utilização do turbo neste motor implica fazer algumas alterações na forma de pilotar um carro que conheço bastante bem, e esse trabalho ainda não está completo e podemos andar mais rápido, mas hoje era importante entrarmos com algumas cautelas, que acabaram por ser até em demasia, pois na primeira classificativa perdemos mais do que esperava, mas felizmente, tudo está em aberto e estamos dentro dos objectivos.”
“Foram poucos quilómetros hoje mas deu para perceber que podemos lutar pelos lugares da frente no rali. A prioridade é vencer no Campeonato de Portugal, tal como aconteceu em Fafe, quero troço a troço conhecer melhor o carro, e tudo o que vier por acréscimo será bem-vindo. Contas fazem-se no final e quero pontuar nos Açores.” 
“Para já estou bastante satisfeito com a nossa prestação e com o carro que esteve perfeito. Agora penso já no dia de amanhã, num rali que é conhecido por ser muito complicado e traiçoeiro, e onde será muito importante estamos concentrados a cem por cento para não sermos surpreendidos. Estamos focados nos nossos objectivos.”
O piloto apoiado pela Quinta do Lorde, MEO, Brisa Maracujá e Publinsular ocupa neste momento a segunda posição nas contas do Nacional de Ralis, a 3,1 segundos do actual campeão em título e piloto local, Ricardo Moura que joga em casa nesta prova do Europeu. 
A equipa regressa amanhã para disputar 8 provas especiais de classificação, num total de 94,9 quilómetros cronometrados, sendo de realçar a dupla passagem pela mítica classificativa da Lagoa das Sete Cidades um dos ex-líbris da região mas igualmente um dos tradicionais palcos de decisão neste rali. 

Sem comentários:

Enviar um comentário