Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Rali de Barcelos - Pedro Peres vitorioso


Pedro Peres foi o vencedor da 3.ª edição do Rali de Barcelos/DST, numa organização do Clube Automóvel do Minho, sucedendo assim ao seu primo Fernando Peres, que tinha levado a melhor na edição de 2010.
Ao longo de parte da prova assistiu-se a uma “luta” familiar pela liderança desta segunda etapa do Campeonato Open de Ralis, mas Pedro Peres conseguiu sempre manter a dianteira até ao fim. A diferença no final da primeira secção era muito pequena entre estes dois pilotos, mas a segunda secção ditou alguns problemas de diferencial no Ford Escort Cosworth de Fernando Peres, com este a perder a embalagem na luta pelo triunfo. Pedro Peres ficou assim mais só e levou de vencida a prova: “Foi um bom teste com vista ao Campeonato de Portugal de Ralis que é a competição que vou disputar. De manhã ainda tive alguns cuidados com os pisos muito húmidos, mas de tarde, com o piso seco a tarefa tornou-se mais fácil”, disse o piloto no final.
Quanto a Fernando Peres veio mesmo a perder a segunda posição na Super-Especial que encerrou a parte competitiva, depois de problema de embraiagem, caindo para a quarta posição.
 Autor de uma boa prova foi Renato Pita, que no final ficou com o segundo lugar final. O piloto de Viana do Castelo apenas acusou alguns problemas de travões, preocupando-se também em controlar Daniel Nunes que ficou atrás se si, perdendo o lugar intermédio do pódio por apenas 8,7 segundos. De qualquer forma levou para casa a vitória do Campeonato Júnior. No que diz respeito a Renato Pita, foi o vencedor do Campeonato Regional Norte, logo seguido por Nunes e Luis Mota.

A lista dos cinco primeiros ficou completa com António Rodrigues, que foi o melhor entre os carros de duas rodas motrizes. Depois do triunfo na primeira prova do ano, o jovem piloto de Murça voltou a ter um andamento forte, prejudicado apenas por um apoio de caixa partido na primeira secção que lhe custaram alguns segundos preciosos. Realce ainda para Manuel Martins e André Mota, que ficaram com o segundo e terceiro posto, em termos de Campeonato Júnior.
Esta etapa foi ainda marcada por um acidente na quinta classificativa, quando o concorrente nº 45, teve uma saída de estrada, indo colher três espectadores. De imediato foram socorridos no local, sendo posteriormente transportados para o hospital de Barcelos, onde, depois de observados, verificou-se que nada se grave se passou, tendo alta logo a seguir.

Troféu Nacional de Clássicos
A jogar em casa, André Pimenta, que teve a seu lado o experiente Ricardo Caldeira, dominou os acontecimentos em termos de Troféu Nacional de Clássicos, terminado com mais de um minuto e meio de vantagem sobre o espanhol German Gomez. Carlos Nevez, Vitor Torres e Jorge Costa, completaram os classificados.

Troféu Modelstand
No Troféu Modelstand, foi grande a luta pela vitória e englobou Gil Antunes e João Ruivo com a vantagem a ser do primeiro por apenas 2,7 segundos. O piloto de Sintra andou sempre na frente e conseguiu uma boa margem para Ruivo até à quinta especial. Logo a seguir, o piloto famalicense reduziu para apenas 1,8 segundos, mas não foi além do segundo posto. Sérgio Arteiro, ficou longe dos dois primeiros, mas segurou bem a posição para Carlos Fernandes, enquanto Manuel Inácio, foi quinto.

Troféu Fastbravo
Rui Garcia foi o vencedor entre os interessados no Troféu Fastbravo, mas apenas conseguiu esse lugar na derradeira especial. Diogo Gago esteve na frente até ao quinto troço, mas no seguinte perdeu muito tempo, cedendo a primeira posição a Fábio Ribeiro. Garcia atacou nos últimos metros cronometrados, e surpreendeu Fábio Ribeiro, ficando na sua frente 2,6 segundos. Gago ainda foi a tempo de fechar a lista dos três primeiros.
(comunicado CAM)

Sem comentários:

Enviar um comentário