Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

PEDRO CORREIA NA BAJA PORTALEGRE 500: EXCELENTE PRESTAÇÃO ACABA CEDO DEMAIS

Depois de mais de quatro anos parado sem correr de mota, Pedro Correia decidiu voltar a esta modalidade que tantas alegrias já nos deu.
Tudo começou com a preparação de uma Honda XR600 e a paixão pela mítica Baja Portalegre 500, assim Pedro Correia voltou a juntar a sua equipa técnica preparando a participação nesta prova. “Foi com um enorme orgulho que juntei novamente a minha equipa preparando mais uma participação na mítica Baja Portalegre 500, trabalhar com uma equipa tão unida e sintonizada é bastante motivador, dando-me toda a certeza que nos encontramos preparados e no bom caminho para uma positiva evolução” afirma o piloto Pedro Correia patrocinado pela Associação SouJovem, Freguesia de Sousel, TRS Pinturas, Laboratório Valclinic, Aventuras num Ápice e António Balejo Construções Estremoz.
Depois de um excelente prólogo no primeiro dia de prova apurando um 1º lugar nas XR600, 2º lugar na categoria ClassicBaja, e 3º lugar no troféu XR foi hora de estudar qual a melhor estratégia para o dia seguinte onde se iria disputar os 167km do SS2. Sendo um dos principais objetivos dignificar os seus patrocinadores dando a maior projeção possível, consideraram que atacar era a única estratégia a assumir, o piloto diz que “senti-me bastante confortável com a mota e com o terreno logo no primeiro dia, os nossos patrocinadores merecem todo o nosso empenho assim decidimos fazer um inicio do SS2 controlando o andamento do piloto mais rápido da nossa grelha de partida (a primeira da ClassicBaja e troféu XR), esperando a melhor altura para atacar. Sabíamos que podíamos marcar a diferença na nossa zona apostando assim em atacar a primeira posição a partir de Figueira e Barros”.
O piloto mais uma vez demonstrou toda a sua categoria cumprindo a risca o plano traçado e fazendo vibrar o público com passagens verdadeiramente dignas de um campeão. Sensivelmente ao KM 45 quando o piloto Pedro Correia ocupava a 1ª posição (clássicas e XR600) e 2ª posição no troféu XR considerou a ser a melhor altura para atacar a 1ª posição da geral e assim o fez até estar a uns escassos cinquenta metros do piloto que seguia na 1ª posição pilotando um XR650 “senti-me bem e considerei que seria a melhor altura para atacar, rolei cada vez mais rápido apanhando o piloto que estava na primeira posição até que numa reta onde rolava completamente a fundo a mota falhou parando-se de imediato. Seguiram-se uns horríveis 4 a 5 minutos dando ao pedal para meter a mota a trabalhar e a mesma continuava sem responder, sendo assim obrigado a ver-me ultrapassado pelo piloto que me seguia. Até que finalmente a mota pegou, ataquei novamente para tentar ir atrás do prejuízo e quando me preparava para passar o piloto que se encontrava na 2ª posição a XR600 voltou a dar parte fraca parando-se novamente e fazendo-me estar uns 15 minutos para a meter a trabalhar. Vi a mesma situação repetir-se por mais sete vezes até que decidi que apenas me restava tentar levar a mota até ao fim, sendo assim obrigado a rolar ao relantin para ela não se parar” afirma o piloto.
A excelente prestação desta equipa acabou cedo de mais, deixando-nos expectantes por mais exibições. Ainda assim com muito esforço conseguiram apurar um 3º lugar entre as Honda XR600, 6º lugar entre as ClassicBaja e um 10º lugar no troféu XR na 26ª Baja Portalegre 500.
Luís Gonçalves, um dos membros da equipa técnica já com alguma experiencia em equipas de competição tanto de Todo o Terreno assim como de Rally´s diz que “foi com um enorme orgulho que recebi esta proposta para voltar a integrar na equipa técnica do Pedro Correia, só um piloto com bastante potencial depois de tantos anos sem competir de mota é capaz de arrancar uma exibição destas. Foi lastimável a XR não ter aguentado o ritmo mas no entanto o problema já se encontra identificado e vamos de imediato trabalhar para o corrigir” Luís ainda diz que “trabalhar com o Pedro Correia é sempre bastante gratificante, existe uma enorme sintonia onde acabamos por elevar muito a fasquia dos objetivos e assim com esforço e dedicação os resultados acabam por aparecer”.
O Piloto terminou as suas declarações dizendo que “queria mais uma vez deixar o meu mais sincero agradecimento pelo voto de confiança dos meus patrocinadores (Associação SouJovem, Freguesia de Sousel, TRS Pinturas, Laboratório Valclinic, Aventuras num Ápice e António Balejo Construções Estremoz) assim como agradecer a minha namorada, pais, amigos e equipa técnica pois todo o vosso carinho, apoio e dedicação é primordial na busca dos resultados pretendidos”.

Sem comentários:

Enviar um comentário