Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Jorge Ribeiro no Rali de Baião: "Conseguimos… Campeões! "


“Campeões”, foi a palavra mais ouvida na assistência de Jorge Ribeiro após a última etapa do Troféu Fastbravo, que este sábado se correu em Baião. Com condições bastante adversas e bastantes peripécias ao longo da corrida, este último rali do Campeonato Open de Ralis 2012, teve todos os ingredientes de uma grande prova e consagrou Jorge Ribeiro como mais um campeão nesta época 2012.
A chuva que se fez sentir no dia anterior à prova deixou toda a gente de sobreaviso para as dificuldades que iriam encontrar ao longo do bonito percurso desenhado pelo Clube Automóvel de Amarante. Com um acidente a neutralizar a primeira especial os concorrentes do Troféu Fastbravo haveriam apenas de cumprir 4 das 6 especiais, pelo que qualquer erro, por mais pequeno que fosse, teria grandes repercussões no resultado final.
Sabendo logo à partida que só a vitória lhe interessava, o piloto de Penafiel partiu decido a alcançar esse objetivo entrando muito forte no rali e vencendo a especial de abertura, como descreve o piloto “entramos fortes na especial Aboboreira (ndr: segunda pec, a primeira foi anulada), para evitar sermos surpreendidos. O ritmo forte que imprimimos permitiu-nos ganhar a especial”. Com esta vitória a equipa colocou-se desde logo numa posição bastante confortável na luta pelo título, tanto mais que o seu mais direto adversário sentia problemas nesta mesma especial e viria a desistir, o que desde logo entregou o título ao piloto de Penafiel. A desistência prematura de Herculano Antas não foi do agrado de Jorge Ribeiro, “á entrada para a especial da Queimada já sabíamos que o nosso principal adversário estava com problemas e fora da luta pela vitória na prova, o que lamentamos, porque preferia ter lutado até ao fim”, o que desde logo demonstra o grande espirito de companheirismo que se vive dentro do Troféu Fastbravo.
A partir deste momento a equipa decidiu que só a vitória no rali interessava, e como frisa Jorge Ribeiro, “mesmo sabendo dos problemas dele não desviamos a concentração e continuamos com o nosso ritmo para ganhar o rali”, vitória essa que se viria a concretizar, depois de uma prova de elevado nível. No fim do rali o piloto de Penafiel estava radiante, “foi um rali espetacular, o nosso principal objetivo foi alcançado, que era a vitória no rali e consequentemente no campeonato”.
Como todos os campeonatos têm uma história e algures se pode encontrar um momento épico, Jorge Ribeiro leva de Baião, paralelamente com as vitórias, um daqueles momentos que dificilmente esquecerá, nas palavras do próprio piloto “na quinta especial, com condições climatéricas bastante adversas, nevoeiro e noite, fizemos uma passagem perto da perfeição que se traduziu no 3º tempo á geral, o que é inédito para o troféu”.
Com um Seat Marbella a funcionar na perfeição, Jorge Ribeiro deixa um agradecimento especial à sua equipa, ”aproveito para agradecer á Santana Sport pela excelente época que me proporcionou“, lembrando também a alegria que sente por “ter conseguido dar à Santana Sport o terceiro titulo em 5 anos de troféu”.
Por fim o piloto deixa também um abraço especial a todos os navegadores que o acompanharam ao longo da época. Em primeiro lugar Angelo Babo e Pedro Moura com quem alcançou duas vitórias em duas provas. Depois um abraço especial ao Nuno Queirós que também deu um forte contributo para este resultado. Por último Daniel Pereira, que o acompanhou nas últimas 4 provas do troféu, que segundo Jorge Ribeiro, “foi fundamental no resultado conseguido e fico contente que com esta vitória ele tenha conseguido o vice campeonato”.
O Rali de Baião marcou o fim da época 2012 para os concorrentes do Troféu Fastbravo, passando agora o piloto a estar concentrado na preparação da época 2013, esperando poder ter novidades muito em breve.

Sem comentários:

Enviar um comentário