Este espaço é para si! Envie-nos a sua notícia: mscmail.fotorali@gmail.com

sábado, 7 de maio de 2011

António Rodrigues venceu na Serra da Freita

(fonte RALIS ONLINE)

Já mais à vontade com o Citroen Saxo S1600, António Rodrigues cedo viu que a vitória não lhe fugiria, impondo o ritmo que mais lhe convinha para obter a sua terceira vitória no Open, dando um passo importante para a conquista do título, que dificilmente lhe escapará.
Pedro Peres foi o primeiro líder da prova, mas um furo a 5 Km do final da segunda especial, retirou-lhe todas as hipóteses de lutar pela vitória, embora mesmo assim tenha terminado no 3º lugar.
Daniel Nunes teve uma prova muito ponderada. Menos exuberante do que é habitual, cedo agarrou o 2º lugar na prova, que não mais largou, acabando por gerir a sua prova nas duas derradeiras especiais.
Renato Pita não teve a sorte pelo seu lado. Uma fuga de gasolina no interior do carro, levou o piloto a ser assistido pelo médico (quase desmaiou), perdendo tempo importante no 3º troço. Mesmo assim, foi quarto classificado (3ª no Open) e manteve a vice-liderança no Open.
Armindo Neves, que lutava pelos primeiros lugares, optou pelo abandono, depois de furar no 2º troço e perder mais de 5 minutos a mudar o pneu.
Quinto lugar que acabou nas mãos de Diogo Salvi, que fez uma prova muito competitiva, sendo acompanhado nesta prova por Gil Antunes. Um lugar no Top-Five foi um bom resultado para esta dupla de "pilotos".
Luís Mota não teve um rali fácil. Os tempos não saíram e o piloto foi perdendo tempo, mesmo se num troço o tempo perdido se ficou a dever à falta de intercomunicadores a meio da especial.
Nota muito positiva para a prestação de Ivan Carquejo, que com o Peugeot 206 GTi de Troféu terminou no 7º lugar.
Pedro Leal, que nesta prova corria com um 206 GTi, acabou por desistir com problemas eléctricos.
German Gomez venceu entre os concorrentes do Troféu de Clássicos, enquanto no Troféu Fastbravo a vitória foi para Fábio Ribeiro.
CLASSIFICAÇÕES COMPLETAS

Sem comentários:

Enviar um comentário